À procura de um bom ambiente de trabalho? Estas são as melhores empresas

Consultora multidisciplinar que «ajuda os seus clientes e parceiros a criar, construir e optimizar o valor económico e financeiro, visando maximizar o desempenho e o valor, tangível e intangível, dos negócios e das marcas, através de metodologias e ferramentas independentes, reconhecidas e certificadas», a OnStrategy publicou um estudo em que avalia dois tópicos: o ambiente de trabalho e bem-estar nas organizações e a reputação das marcas.

Os atributos tidos em conta na avaliação do ambiente de trabalho e bem-estar foram nove: recompensa os colaboradores adequadamente; oferece oportunidades iguais; desenvolvimento dos colaboradores; diversidade dos colaboradores; bem-estar dos colaboradores; alinhamento e compromisso dos colaboradores; impacto dos colaboradores no desempenho da organização; emprego a longo prazo; e empregador relevante. Na comparação e análise contributiva para o indicador de reputação das organizações/ marcas, o indicador de reputação está identificado como global, pois consolida todas as dimensões e atributos emocionais e racionais.

Ao todo, são 50 as organizações que constam neste ranking. Destaca-se o facto de as empresas que surgem no pódio – Nestlé (84,7 pontos; 82,5 reputação), Delta (83,5 e 82,2) e Olá (83,2 e 83) – serem todas do mesmo sector (Alimentação e Bebidas), tal como acontece com os quarto e quinto lugares – Danone (81,3 e 79,3) e Coca-Cola
(80,8 e 73,1), respectivamente. Seguem-se a Lego (80,4 e 79,4 pontos) e a Disney (80,2 e 78,7), do sector de Brinquedos e Entretenimento; a Omega (80 e 74,9 pontos) – Luxo –, L’Oréal (77,8 e 78,3) e Unilever (77,2 e 72,4), no sector FMCG, Higiene Pessoal e Detergentes, completando o top 10.

Numa análise por sector, sobressai claramente o de Alimentação e Bebidas, com 11 empresas a representá-lo. Para além das empresas/ marcas já referidas, surgem no ranking a Sumol Compal (11.º lugar no ranking geral), a Nespresso (12.º), a Heineken (22.º), a Super Bock (25.º), a Sociedade Central de Cervejas (45.º) e a Pepsi (46.º). A área da Tecnologia é a segunda mais representada, com oito empresas. A Microsoft vence na sua categoria (com 76,3 pontos no ambiente de trabalho e bem-estar e 78,3 na reputação, seguindo-se; Google (15.º), Amazon (18.º), Apple (20.º), Samsung (23.º), Siemens (37.º), Huawei (41.º), e Cisco (50.º).

A terceira área em destaque é a das Telecomunicações e Multimedia, com cinco empresas: Em primeiro lugar (19.º lugar no ranking geral, com 75,1 pontos no ambiente de trabalho e bem-estar e 72,3 na reputação) surge a Rádio Comercial, depois a RFM (24.º na tabela geral), a Vodafone (28.º), a SIC (31.º) e a TVI (48.º).

Nas farmacêuticas, o pódio fica entregue à Bayer (16.ª posição no ranking geral, com 75,6 pontos no ambiente de trabalho e bem-estar e 73,3 na reputação), à Bial (36.º lugar) e à Pfizer (44.º). Também com quatro empresas, há mais dois sectores: o FMCG, Higiene Pessoal e Detergentes, conta, para além da L’Oréal (9.º lugar no ranking geral) e da Unilever (10.º), com a Colgate (32.º) e a Procter & Gamble (40.º); e o sector Automóvel faz-se representar pela Mercedes (1.º no sector e 26.º na classificação geral, com 73,9 pontos no ambiente de trabalho e bem-estar e 75,8 na reputação), a BMW (39.º), a Ferrari (42.º) e a Porsche (43.º).

As áreas de Brinquedos e Entretenimento (para além da Lego – 6.º lugar na posição geral – e da Disney – 7.º –, a Playstation surge na 21.ª posição) e Desporto (Adidas em primeiro na categoria – 76,1 pontos em ambiente de trabalho e bem-estar e 76,4 em reputação – e 14.º no ranking geral; Nike – 17.º; e Federação Portuguesa de Futebol – 47.º), fazem-se representar por três empresas.

No Retalho e Energia e Utilities, destacam-se a Jerónimo Martins (com 73,5 pontos em ambiente de trabalho e bem-estar e 71,1 em reputação, ficando em 29.º na posição geral), a Sonae (35.º posição geral); e a Galp (com 73 pontos em ambiente de trabalho e bem-estar e 71,9 em reputação, ficando em 33.º no ranking global) e a EDP (34.º).

Nas companhias aéreas, só a Emirates marca presença (com 73,8 pontos em ambiente de trabalho e bem-estar e 68,8 em reputação, ficando em 27.º na tabela geral), na Banca também só o Santander surge no top 50 (30.º) na classificação global, com 73,1 pontos em ambiente de trabalho e bem-estar e sendo a marca das 50 com o índice
de reputação mais baixo: 64 pontos), no Retalho Casa, a IKEA (49.º na classificação global, com 70,2 pontos em ambiente de trabalho e 77,4 na reputação), e o Pestana (38.º na tabela geral, com 72,5 pontos em ambiente de trabalho e 73,3 na reputação) na área de Viagens e Lazer.

Esta avaliação faz parte do estudo anual e RepScore™, que inclui mais de 40 mil entrevistas online e 10 mil entrevistas presenciais/telefónicas. Os respondentes são cidadãos representativos dos censos nacionais. Já as marcas foram previamente identificadas de uma forma espontânea, contemplando a análise mais de duas mil em Portugal.

Este artigo foi publicado na edição de Julho (n.º 115) da Human Resources.

Ler Mais
pub


Comentários
A carregar...