“Algarve + sustentável” quer discutir sustentabilidade da região durante um ano

Debates, oficinas de conhecimento e acções diversas sobre o tema da sustentabilidade e turismo de natureza são algumas das acções previstas no programa “Algarve + sustentável”, hoje apresentado e que decorrerá até Outubro de 2022.

Ao abrigo do programa, vão ser dinamizadas várias actividades, sobretudo direccionadas a empresários, profissionais e demais interessados na área do turismo, com foco na implementação de práticas, produtos e serviços mais conscientes e em concordância com os padrões internacionais de turismo sustentável.

Na apresentação, que aconteceu em Aljezur, no distrito de Faro, o presidente da Região de Turismo do Algarve (RTA) defendeu que há muito se sabe da necessidade de atenuar a sazonalidade, gerar novas motivações de visitas e reduzir a litoralização, mas considerou que é preciso passar à acção.

«Já há muito planeamento para a sustentabilidade e felizmente no próximo quadro comunitário há um envelope financeiro direcionado para as questões da sustentabilidade, mas é preciso concretizar», realçou João Fernandes.

O dirigente destacou o conjunto «multifacetado de acções e de públicos-alvo que se pretende atingir», elogiando as sinergias criadas entre várias instituições que juntaram os seus «recursos e visão comum» para criarem durante um ano um programa dedicado à sustentabilidade que tem como objectivo a «acção, não se ficando apenas pelo planeamento».

O programa divide-se por três fases, a primeira teve início com a apresentação do evento e a realização de duas caminhadas, estando marcadas para este mês duas oficinas, uma dedicada ao “Marketing no turismo de natureza”, em 26 de Outubro e a outra à “Eficiência Energética e Hídrica de Unidades de Alojamento”, no dia 29.

Até ao dia 26 de Novembro haverá, ainda, vários debates para auscultar o setor e fomentar o diálogo entre agentes de turismo e entidades institucionais, assim como acções de sensibilização para o público estudantil.

A segunda fase decorre em Março e Abril de 2022 e a última entre Setembro e Novembro de 2022.

Na apresentação, João Fernandes destacou as ações que convidam alunos do segundo ciclo a serem turistas no seu território, mas também as que visam trabalhar com os pequenos empresários formas de implementar a eficiência hídrica, energética ou a melhoria da gestão dos resíduos nas suas unidades.

Na área cultural, estão previstas ações de capacitação para a «interpretação e valorização dos aspectos patrimoniais e tradições da história da região», sendo um dos objectivos sensibilizar os algarvios para o usufruto e respeito pelos espaços naturais, revelou.

Os operadores internacionais serão também convidados a conhecer o destino Algarve altura em serão criados «momentos de comercialização» com agentes de turismo de natureza algarvios, notou.

As inscrições e demais informações sobre o evento podem ser obtidas em www.algarvemaissustentavel.pt.

O “Algarve + sustentável” surge da junção da Bienal de Turismo de Natureza organizada pela Associação para o Desenvolvimento do Sudoeste (Vicentina) e da Algarve Nature Fest, dinamizada pela RTA.

Ler Mais


Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

*