AMCO: Um caminho para a excelência feito diariamente

Para encarar a exigência do mercado actual e o crescimento gradual da concorrência, a AMCO Intermediários de Crédito assume como prioritárias as áreas da formação e do digital.

 

Na AMCO Intermediários de Crédito, a Gestão de Pessoas assume «um papel importante na estratégia de negócios ». Quem o garante é a directora de Marketing da empresa, Catarina de Sá. Que afirma: «São os nossos activos humanos que nos permitem, todos os dias, conquistar novos desafios e alcançar o sucesso ». Para a responsável, a preocupação constante da organização com o bem-estar de cada colaborador reflecte-se como uma mais-valia na sua estratégia interna, «uma vez que permite aos colaboradores crescerem pessoal e profissionalmente e serem reconhecidos e valorizados, pois colaboradores unidos e motivados constroem uma equipa coesa e forte».

Essa aposta e preocupação com o seu capital humano explica a participação da AMCO Intermediários de Crédito no Índice da Excelência. «Permitiu-nos analisar e avaliar a satisfação global dos colaboradores face às diversas práticas actualmente implementadas e ao nosso clima organizacional. A importância deste estudo reflecte-se ainda na futura melhoria da gestão do nosso activo humano de forma a investir em novas práticas e reconhecimentos », completa a responsável.

Com uma política de Recursos Humanos assente e alinhada desde a sua génese com os valores da empresa – que «preservam o bem-estar e a motivação de todos os colaboradores» –, são cinco os pilares essenciais em que esta área assenta na AMCO Intermediários de Crédito e que Catarina de Sá enumera: «uma boa cultura organizacional; um forte investimento na procura e retenção de talento bem como na aposta da sua formação; transparência e equidade; pró-actividade e resiliência; e responsabilidade corporativa».

Dentro desta “moldura”, são várias as práticas e os benefícios implementados. A directora de Marketing identifica aqueles que acredita que os colaboradores mais valorizam e reconhecem, constatando que, ao longo dos anos, têm sentido que essa valorização recai cada vez mais nas regalias institucionais e sociais ao invés das financeiras, «uma vez que estas se reflectem na melhoria do seu bem-estar, da sua motivação diária e das suas condições de trabalho». Assim, entre o leque de regalias, as mais destacadas pelos colaboradores são: «o seguro de saúde e dentário, a flexibilidade de horário e o trabalho remoto, os equipamentos individuais de topo de trabalho, a aposta na formação, os dias extras de férias e a dispensa de trabalho em datas especiais, oferta de café e snacks na área social, oferta de bilhetes para jogos de futebol das equipas patrocinadas pela empresa, bem como os miminhos surpresa e os vales de desconto em roupa executiva», exemplifica.

Em relação ao que a AMCO Intermediários de Crédito mais valoriza nos seus colaboradores, Catarina de Sá destaca a honestidade, a motivação, a pró-actividade e a competência. Mas acrescenta mais. «Existem outros valores que identificamos e valorizamos, como a pontualidade, a iniciativa, a capacidade e o interesse contínuo de aprender, mudar e autodesenvolver-se. Valorizamos igualmente a empatia, a ética e a prudência no tratamento dos processos dos clientes bem como a elegância na comunicação e a capacidade de conseguir ter uma visão do cliente e adaptar as soluções da empresa às suas necessidades. A organização e método de trabalho alinhados com a eficiência e eficácia na resolução de desafios inesperados, bem como a adaptabilidade e a prontidão para assumir responsabilidades e compromissos, são também aspectos que valorizamos.» E faz ainda notar: «O equilíbrio emocional, a integridade e a liderança são competências comportamentais que estão intrínsecas e que por vezes são trabalhadas nos nossos colaboradores de forma a conseguirem saber lidar com situações de tensão, gerir crises e lidar com a pressão de forma equilibrada.»

 

Um ADN preparado para o futuro
Olhando para o sector em que actua, a AMCO Intermediários de Crédito reconhece que «a exigência do mercado e o crescimento gradual da concorrência é uma constante preocupação», e que «os estimula diariamente. Tentamos estar sempre um passo à frente e sermos pioneiros em determinadas soluções que resolvam rapidamente e de forma eficaz os problemas dos clientes», realça Catarina de Sá.

Para conseguir alcançar esses objectivos, a AMCO Intermediários de Crédito assume como prioritárias, as áreas da formação e do digital. «Investir mais em formação para os nossos colaboradores de forma a que consigam responder às actualizações do mercado é neste momento uma prioridade», assegura a responsável. Já na área do digital, desenvolveu «uma solução inovadora que permite gerir de forma simplificada, rápida e directa todos os processos de crédito dos clientes, facilitando o trabalho diário operacional, de forma a obtermos uma maior rentabilidade e de acordo com todas as regras e obrigatoriedades impostas pelo Banco de Portugal».

Para a responsável , o caminho para a excelência é feito diariamente com base numa boa gestão e na resolução dos grandes desafios. «O reconhecimento dos nossos clientes e parceiros apelo nosso serviço personalizado, pelo nosso cuidado e proximidade em cada processo, pela resposta rápida e assertiva às necessidades de cada um e pela forte preocupação e trabalho na sustentabilidade económica familiar, permite-nos caminhar, cada vez mais, para um sucesso de excelência», acredita Catarina de Sá, assegurando que, para a AMCO Intermediários de Crédito, «o cliente não é um número, é uma pessoa».

Importante para esse reconhecimento será também o ADN da empresa. Segundo Catarina de Sá, as principais características distintivas são: «o foco, a resiliência e a persistência diária em progredir e atingir altos padrões de excelência. » A estas, a responsável faz questão de acrescentar «a assertividade e rapidez de resposta, o acompanhamento personalizado, a consciencialização pelas iniciativas e a participação activa em acções de responsabilidade social e o envolvimento e preocupação constante em ajudar toda a sociedade a aumentar a sua literacia financeira».

 

Alinhamento e bom ambiente de trabalho
Para a AMCO Intermediários de Crédito, uma boa cultura organizacional é uma preocupação constante e uma mais-valia presente na estratégia interna da empresa, «uma vez que permite que os colaboradores possam crescer pessoal e profissionalmente, e reconhece o contributo e esforço diário por terem óptimas condições de trabalho que possibilitam identificar a missão, a visão e os valores que guiam a organização rumo a um futuro ambicioso e melhor».

Para fomentar esta cultura, são promovidas diversas acções e iniciativas, em que é reforçada a partilha e relembrada a importância do alinhamento de todos com a missão, a visão e os valores da empresa. «Para nós, o bem-estar e a opinião de cada colaborador face à organização são extremamente importantes para a preservação do bom ambiente de trabalho de toda a equipa», garante a responsável. «Por esse motivo, promovemos a comunicação e a interação dentro e fora da organização e defendemos diariamente a premissa de que o espírito de equipa é o que nos une e leva ao sucesso.» Neste sentido, promovem actividades de team building, que permitem fomentar o espírito de equipa e reforçar a coesão da mesma, reafirmando o propósito dos valores definidos e promovendo as relações de todos os colaboradores fora do ambiente de trabalho.

Na AMCO Intermediários de Crédito acredita-se que, ao promover iniciativas que possibilitam o relacionamento fora do ambiente de trabalho, que permitam um melhor conhecimento e partilha de experiências em conjunto, se pode melhorar as relações dos colegas entre si e «trabalhar numa boa cultura corporativa com um excelente clima organizacional».

Sobre o futuro próximo, Catarina de Sá revela que, para 2021, «as principais apostas serão em aumentar a equipa com a contratação de novos talentos e continuar a capacitá-la de forma contínua com cursos e acções de formação em diversas áreas». Tendo a noção de que o mercado está em constante mudança e de que o sector onde actua sofre diariamente actualizações, a responsável afirma ainda que «é extremamente importante o investimento contínuo em conhecimento e desenvolvimento de soft skills para garantir uma equipa com colaboradores altamente qualificados, de modo a que consigam lidar da melhor forma com as constantes actualizações do sector e, assim, obter mais e melhores resultados.»

 

Este artigo foi publicado na edição de Fevereiro (nº.122) da Human Resources, nas bancas.

Caso prefira comprar online, pode comprar a versão em papel ou a versão digital.

Ler Mais
pub


Comentários
A carregar...