Seis lições de empreendedorismo que Steve Jobs nos deixou

Revolucionário,  Steve Jobs, co-fundador da Apple, tinha uma mente criativa que se destacou nem muitas outras áreas, deixando algumas lições de empreendorismo.

 

Não se contente em ser apenas bom
Steve Jobs era conhecido pelo seu perfeccionismo, e a exigência não era apenas em ser bom, mas sim ser o melhor no que fazia.

Jobs não queria apenas criar bons produtos, mas sim revolucionar o mercado com o melhor, uma lição para que os empreendedores tenham sempre uma perspectiva sobre o que estão a fazer procurando destacar-se na sua área.

Tenha um propósito bem definido
Não basta perseguir uma carreira sem um propósito bem definido. Se um empreendedor quer apenas o lucro, sem se preocupar com a qualidade dos seus serviços e relação com os consumidores, dificilmente ter sucesso.

Pense sempre à frente
Pense sempre à frente da concorrência. Faça por se destacar superando-se e tentando ser melhorar.

Invista em experiências diferentes
Jobs acreditava na experiência como a melhor forma para expandir a sua mente. Esta é uma importante lição para empreendedores. Esteja aberto a perceber novas culturas e possibilidades.

Acredite em si mesmo
Steve Jobs foi adoptada e tinha péssimas notas na escola mas isso não o impediu de ser um dos maiores empreendedores da história. Acreditou em si mesmo e seguiu caminhos diferentes do tradicional para pôr em prática as suas ideias.

Nunca é tarde demais para começar
Aos 30 anos depois de sair da própria empresa, a Apple, teve de se reinserir no mercado de trabalho. No seu currículo escreveu: «tenho uma grande experiência, muita energia, um pouco dessa coisa chamada ‘visão’ e nenhum medo de começar do zero».

Nunca é tarde demais para seguir novos caminhos.

 

Ler Mais
pub


Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

*