As perguntas que deve fazer antes de procurar emprego

Entrar em desespero e desatar a candidatar-se a todas as ofertas de emprego que lhe aparecem pela frente não é solução. Lembrar-se dos seus objectivos, do que gosta e ter noção do que tem para oferecer é a base para garantir não só um trabalho que se adequa ao seu perfil, mas também que as expectativas de ambas as partes não são defraudadas.

 

A pensar nisso, a  Adecco fez uma lista com as 20 perguntas que deve fazer a si próprio antes de iniciar a sua procura de trabalho. As respostas vão ajudá-lo a focar-se melhor na sua pesquisa e a conseguir o emprego que realmente deseja, sem perder tempo com opções que não se encaixam no seu perfil.

1. Que requisitos não são negociáveis para mim?
Anote tudo o que for muito importante para si e não tenha medo de recusar uma oferta que não cumpra a lista com os critérios que considera fundamentais. Talvez seja a flexibilidade de tempo, as práticas morais da empresa ou o ambiente de trabalho. No fundo, este exercício vai ajudá-lo a perceber quais são os pontos que não deseja negociar.

2. Quais são as minhas habilidades?
Pense em situações da sua carreira em que demonstrou as suas habilidades. Concentre-se em alguma acção em que ofereceu valor acrescentado à empresa, que melhore as soluções de algum cliente, que marcou a sua diferença com o resto dos candidatos a um emprego e terá a sua resposta.

3. Como quero que seja o meu futuro?
Antes de procurar um emprego, é vital que saiba exactamente como deseja que o seu futuro trabalho seja. Projecte-se no futuro.

4. Que habilidades e experiência desejo adquirir?
Concentre-se nas habilidades que deseja adquirir ou melhorar. Pense em que tipo de experiências espera poder viver no futuro. Digamos, por exemplo, que é uma pessoa que adora viajar e conhecer o mundo.  A melhor opção seria, por exemplo, uma função que o obrigasse a viagens frequentes.

5. Quero ter oportunidades de promoção?
Escalar posições e ter a possibilidade de ascender gradualmente é o factor mais atractivo para algumas pessoas. Pense se isso é importante e, se sim, aja em consonância.

6. Até onde posso ser flexível?
Seja claro sobre o que pode desistir ou executar para conseguir um bom emprego. Mesmo quando não abarca as suas competências, poderá existir uma actividade dentro das suas skills em que talvez o beneficiem no momento da manutenção de um contrato.

7. Qual o meu nível de autonomia?
Considera-se um profissional que não se importa de se sentir supervisionado pelo seu chefe? Gosta de trabalhar em equipa? Ou, pelo contrário, prefere ter uma maior autonomia quando se trata de realizar as suas tarefas? Foque-se em empresas cujas práticas correspondam à sua atitude.

8. Qual o meu nível de compromisso?
Questões como o equilíbrio entre o trabalho e a vida pessoal, os longos trajectos de ida e volta para o emprego ou horários muito apertados podem ser frustrantes. Analise o seu nível de compromisso.

9. Que benefícios são mais importantes?
Se o salário não é tudo, pode ter considerado outro tipo de compensação. Hoje em dia, é comum as empresas oferecerem serviços e benefícios altamente motivadores para garantirem a retenção dos seus colaboradores, desde o uso do carro da organização a pacotes que incluem cartões de refeições e dispositivos móveis.

10. Sei quanto quero ganhar?
Esta é uma das questões essenciais que deve considerar muito antes de procurar um emprego. Faça cálculos sobre quanto gasta mensalmente, avalie as suas qualidades como profissional e descubra a sua avaliação no mercado de trabalho.

11. Como é que um novo trabalho afectará a minha família?
Tem pessoas sob os seus cuidados? Parceiro? Filhos? Lembre-se que a sua vida e a deles será sempre afectada, seja por novos ritmos como horários.

12. Que modelo de empresa mais me atrai?
Visualize como se sente mais confortável: a trabalhar para uma pequena e média empresa ou uma multinacional?

13. Qual o ambiente de trabalho ideal para mim?
Gosta de trabalhar em equipa, com várias equipas multidisciplinares ou prefere trabalhar de forma mais isolada e autónoma? Esta resposta dar-lhe-á o perfil e empresa que deverá procurar.

14. Que trabalho corresponde ao meu plano de carreira?
Deverá pensar um pouco no tipo de carreira que gostaria de fazer e verificar que tipo de empresa poderá ajudá-lo a alcançar melhor esse fim.

15. Como vai a empresa avaliar o meu desempenho?
Perguntar directamente à empresa é a forma ideal e mais fiável para saber o que esperam de si. Não tenha vergonha de fazer algumas perguntas durante uma entrevista de emprego. Certifique-se de esclarecer como vão medir o seu sucesso e quais são os objectivos que esperam que alcance.

16. Onde gostaria de estar a médio e longo prazo?
Esta abordagem é essencial para direccionar a sua carreira profissional ao longo das linhas certas. Deve traçar uma estratégia profissional para que os seus passos o levem aos objectivos que definiu a médio e longo prazo.

17. Estou alinhado com a cultura da empresa?
Se for, por exemplo, uma pessoa com um perfil ético marcado, pode estar à procura de uma empresa com um certo tipo de cultura corporativa. Pergunte e pesquise no website da empresa.

18. Que táctica devo usar durante o processo de procura activa?

Os métodos tradicionais continuam a ser eficazes, como anúncios verbais ou de imprensa. Mas, hoje não pode esquecer que vive na era digital. Use a internet e tudo o que ela lhe oferece: plataformas de trabalho, portais de emprego, redes sociais, websites de empresas de recursos humanos e recrutamento.

19. Actualizei o meu currículo e os meus perfis em redes sociais?
Adicione cada nova experiência profissional e também todas as formações e soft skills adquiridas. Da mesma forma, deve fazê-lo nas redes sociais.

20. Quem me pode ajudar encontrar um emprego?
Não se esqueça que, além dos seus amigos, família e recomendações que daí advém, as empresas de recrutamento são bons canais para encontrar a posição que melhor se adequa aos seus desejos e às suas skills. Contacte-as e marque reuniões para dar-se a conhecer e procurar conselhos.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

MULTIPUBLICAÇÕES

Marketeer
Já é Natal lá fora… Conheça as primeiras campanhas
Automonitor
Belos e furiosos: 25 modelos para entender os anos 80 e 90