Bill Gates previu (o ano passado) estas sete mudanças no mundo devido à pandemia. Será que acertou?

Há seis anos, Bill Gates participou numa palestra do TED Talks e, basicamente, previu a actual pandemia. Isso fez com que o fundador da Microsoft fosse considerado uma das vozes mais importantes sobre o futuro. Neste contexto, a vida pós-covid foi o tema do primeiro episódio da podcast “Bill Gates e Rashida Jones Ask Big Questions“.

 

A dupla entrevistou o infecciologista Anthony Fauci e mostrou sete tendências que se vão perpetuar depois da COVID-19.

O site Pequenas empresas & Grandes negócios elaborou uma lista com as sete principais previsões de Bill Gates:

1. As reuniões remotas serão normalizadas
Antes da pandemia, as reuniões remotas eram raras, mas no futuro vão-se tornar rotina. «Assim como a Segunda Guerra Mundial trouxe as mulheres para a força de trabalho e muitas delas permaneceram, essa ideia de se perguntar ‘Eu preciso de ir ao escritório?’ deve permanecer», diz o fundador da Microsoft.

 

2. Os softwares terão melhorias significativas
Não só a ideia de uma reunião à distância vai parecer mais natural, como as ferramentas para fazer isso serão muito melhores do que as que usamos agora.

 

3. As empresas vão poder partilhar um escritório
Com a maior adesão ao trabalho remoto, as empresas vão precisar menos dos escritórios e isso pode impactar diversas decisões, inclusive imobiliárias.

4. Vamos escolher morar em lugares diferentes

Na visão de Bill Gates, o trabalho remoto também vai remodelar cidades e comunidades. Os centros da cidade serão menos importantes, e até os designs das casas podem ser repensados. «Em cidades como Seattle e São Francisco, mesmo para quem é bem pago, arrendar uma casa é caro», refere o fundador da Microsoft. Se as pessoas não tiverem de ir ao escritório todos os dias, viver em lugares tão caros vai tornar-se menos atraente, e uma casa maior numa cidade mais pequena pode ser mais atractivo.

 

5. Vamos socializar menos no trabalho 
Outro efeito indirecto do trabalho remoto apontado por Bill Gates é a forma como se trabalha e com quem se socializa. As pessoas vão socializar menos no trabalho e vão passar mais tempo com os seus familiares e vizinhos.

 

6. As coisas não vão voltar totalmente ao normal rapidamente
Mesmo depois da aprovação da vacina em vários países, a vida não vai voltar totalmente ao normal até que o mundo inteiro derrote a doença. A verdadeira normalidade só vai voltar quando o mundo inteiro tiver a pandemia sob controlo.

 

7. A próxima pandemia não será tão grave
Embora esta pandemia tenha sido um pesadelo, Bill Gates tem esperança de que na próxima vez que uma doença surgir, o mundo vai sair-se muito melhor a contê-la. «O principal motivo de ter um impacto menos destrutivo é que devido à prática, as nossas ferramentas de teste serão muito melhores».

Ler Mais
pub


Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

*