Caderno Especial: Employer Branding e Gestão de Talento

O Employer Branding está a mudar a um ritmo acelerado. Longe vão os dias em que uma política interna sólida e aulas de yoga semanais eram suficientes para que a imagem da empresa fosse notada pelo talento certo. 

O blogue Undercover Recruiter perguntou a Samantha Hepburn, co-fundadora do Circle, fundadora do Find a Tech Job e freelance community consultant, qual o caminho que o Employer Branding irá seguir nos próximos 18 meses, e mais além.

As respostas fora:Gig Economy, autenticidade, responsabilidade social corporativa, eventos offline, as redes sociais vão crescer.

Leia o artigo na íntegra na edição de Junho da Human Resources Portugal e conheça os seguintes casos práticos: 

EDP: Uma Experiência de Colaborador Diferenciadora
A EDP identificou cinco eixos fundamentais para o futuro da sua gestão de pessoas a nível global: renovação geracional, transformação das lideranças, crescimento de talento, busca contínua de eficiência nos processos e decisões e desenvolvimento do papel dos recursos humanos.

TAP Air Portugal: Ligar a TAP ao mundo pelas pessoas
Para continuar a ser uma companhia de excelência, a TAP Air Portugal prossegue a aposta nos seus profissionais, reconhecendo ao mesmo tempo a importância da criação de oportunidades de crescimento  e de valorização pessoal e profissional.

PLMJ: Uma sociedade de pessoas
Desde muito cedo que um dos objectivos estratégicos da PLMJ é estar na primeira escolha dos jovens licenciados em Direito e ser atractiva para os talentos do mundo jurídico. Mas a retenção de talento também é uma aposta.

Veja também estes cadernos

 

Ler Mais
Comentários
A carregar...

MULTIPUBLICAÇÕES

Marketeer
YouTube faz 15 anos: o que mudou e o que ainda vai mudar
Automonitor
Presidente promulga diploma sobre alteração de matrículas automóveis