Alunos carenciados têm mais dificuldades no acesso ao trabalho

Cada vez mais estudantes de origens socioeconómicas desfavorecidas frequentam o ensino superior em Portugal, mas mantêm-se as desigualdades no acesso ao emprego para estes jovens que enfrentam maior risco de desemprego, alerta um estudo do Edulog.

60% dos trabalhadores em Portugal têm benefícios flexíveis, revela estudo

“O estado da compensação 2021-22 - um estudo sobre o futuro do trabalho e o trabalho do futuro” da Coverflex, em parceria com a APG, mostra que seis em cada 10 trabalhadores em Portugal têm benefícios flexíveis, dos quais 48% trabalha em regime presencial, 25% remotamente e 18,9% em regime híbrido.