Como assegurar a proximidade quando o distanciamento é obrigatório?

«O teletrabalho obrigatório e prolongado no tempo trouxe um factor que é o antônimo de um processo de acompanhamento nas empresas, com o aumento do distanciamento físico e profissional. Neste cenário, a comunicação assume ainda maior importância.» Leia o artigo de Rafael Farrim, Talent Manager da…

COVID-19 versus motivação humana. O lado bom da pandemia

«Em estreia mundial em todas as empresas do mundo, a maior batalha de todos os tempos que estamos a viver neste desafiante momento está a ser um sucesso comercial, financeiro e humano. Sim, um sucesso. Aparentemente, foi criado por um humano e está a desafiar todos os humanos deste nosso “querido”…

Líder camaleão: o que se pede a um treinador desportivo

Daniel Goleman identificou seis estilos de liderança, cada um deles com as suas especificidades. Qual destes estilos o mais eficaz para um treinador? Numa altura em que o campeonato de futebol retomou e alguns treinadores estão a ser alvos de críticas, Tiago Gomes Santos, performance consultant, dá…

Depois da COVID-19: Novos tempos, novas formas de trabalhar

«Num momento em que todos fomos abalados pelo surto da COVID-19, uma das muitas lições que devemos aprender nos espaços de trabalho é a adopção de uma convivência mais orgânica entre a presença e o trabalho à distância.» Leia o artigo de Ricard Casas, director-geral da ISS Facility Services.

Produtividade à distância: novos riscos e oportunidades

Hoje é o Dia Internacional da Produtividade. Para assinalar a data, Filipa Xavier de Basto, partner no Grupo Your, reflectiu sobre o tema e garante: «Não, a produtividade não está necessariamente relacionada com o tempo de trabalho. Quando falamos em produtividade, falamos da relação entre a…

Os acidentes de trabalho existem em teletrabalho? Saiba o que diz a lei

A legislação laboral é clara: o trabalhador em regime de teletrabalho tem os mesmo direitos e deveres dos demais trabalhadores, incluindo, expressamente, a reparação de dados emergentes de acidente de trabalho. Joana Fuzeta da Ponte, advogada na Macedo Vitorino & Associados, explica.

Os escritórios não vão deixar de existir. Eis porquê

Hoje ainda faria os mesmos 500 quilómetros para ir a uma entrevista presencial? E se pudesse ficar para sempre a trabalhar remotamente, ficaria? Leia o artigo de Rodrigo Canas, Offices Associate Director , Savills Portugal.