Coaching – The Power Tool?

Ana Karina Milheiros

Fundadora da MORE Institute Internacional, executive e life coach, a nível internacional e nacional e master trainer em PNL e coaching

 

Em Dezembro, numa entrevista a um jornal semanal sobre o tema Coaching, o jornalista incidiu sobre a questão: Coaching- a nova moda das empresas? A minha resposta e dos gestores dos recursos humanos nos sectores da banca, hotelaria e seguros, foram uníssonas – o coaching apareceu e permanecerá. Porquê? Todos nós, referimos que o coaching gera resultados comprovados quer no aumento de vendas, no alinhamento da equipa, bem como, na motivação e na resposta às necessidades dos colaboradores a fim de melhorar a sua performance.

Os profissionais de recursos humanos sabem, que na equação da gestão de pessoas, temos líderes, gestores, equipas e cada elemento que pertence a equipa. O colaborador é um recurso pessoal da empresa, repleto dos seus próprios recursos (competências técnicas, comportamentais, e outras) que podem ser optimizados. Um exemplo de um excelente gestor e líder, que alcança resultados admiráveis com cada elemento da equipa, optimizando os recursos individuais de diferentes pessoas, culturas, competências, que compõe a equipa “vitoriosa”, é o treinador José Mourinho. Como ele consegue?

Essa é a resposta que duas jovens empresárias, congratuladas com o prémio jovem empresário, obtiveram, após o processo de coaching com a MORE, para melhorar o rendimento da equipa, melhorar a qualidade de vida dos colaboradores, e a motivação. Tal como, o treinador Mourinho, cada uma teve de estabelecer os objectivos que queria atingir, na vida pessoal e profissional, se estes estavam integrados com a missão de “vida”, redescobrir o potencial, e a redefinição de si própria. Ou seja, começaram o processo em primeiro.

Um dos objectivos no futuro, dessas jovens, era atingir o prémio referido, que foi antecedido, com o processo de coaching. Joana Conde, empresária do Iguarias do Tempo, refere «Procurei a MORE com o objectivo de melhorar a gestão da minha equipa. Pretendia melhorar a minha gestão, e consequentemente melhorar a produtividade de todos aqueles que trabalham comigo. Rapidamente percebi, que o principal trabalho a fazer era em mim mesma, e o Coaching ajudou-me em imensos aspectos: a focar-me no que é realmente importante, a perceber melhor quem sou, a acreditar em mim e nas minhas capacidades, a aumentar a “visão” do que eu quero, dos meus objectivos, e a encontrar o caminho para os atingir! Se um líder estiver mais centrado e seguro dos objectivos que tem, em mente atingir, muito mais facilmente consegue obter o melhor da sua equipa. E foi esta consciência que alcancei, com o Coaching na MORE!»

O ponto drástico de mudança e uma rápida intervenção na equipa, é gerado com o curso que ministramos, power tools business coaching, para os gestores, líderes e empresários, iniciarem o processo do líder para equipa. Na nossa longa experiência, muitos são os gestores que desejam uma equipa unida, envolvida e motivada, mas eles precisam, exactamente aquilo que aconteceu a Joana C. e o que todos conhecem do treinador J. Mourinho, ser quem é, saber o que se quer, definir o percurso e segui-lo.

Notícias relacionadas:

«É uma intervenção importante nos negócios»

Vale a pena ter um Coach? – Opinião de Adelino Cunha, fundador da I Have The Power

Tipologia e benefícios do coaching

Em tempos de crise… – Opinião de Sandra Derom, directora-geral Spin to Top

Ler Mais
Comentários
A carregar...

MULTIPUBLICAÇÕES

Marketeer
Trotinetes hive chegam à app Free Now
Automonitor
Nissan LEAF em modo drift