Conheça a visão de sustentabilidade para o futuro de Portugal de 101 personalidades

101 vozes reúnem numa obra, propostas de sustentabilidade para o país e para o futuro. Com introdução de António Guterres, o novo livro do Iscte Executive Education, junta textos de personalidades de inúmeros sectores da vida pública portuguesa, tais como Carlos Fiolhais (Uni. Coimbra), António Saraiva (CIP), Luísa Schmidt (ICS-UL), Roberta Medina (Rock in Rio), entre muitos outros autores, sobre um dos temas que mais une sustentabilidade.

Em nota introdutória deste livro, o secretário-geral das Nações Unidas resume bem, a razão de ser do livro 101 Vozes pela Sustentabilidade – Por Um Desenvolvimento Responsável:  «Um número crescente de empresas está a abraçar esta mudança social, ambiental e financeira. Cidades e regiões estão a desenvolver novos modelos – de vida e de trabalho; de cultivo e de consumo de alimentos; e de redução da emissão de gases com efeito de estufa. Juntos, podemos pôr as pessoas e o planeta em primeiro lugar», refere António Guterres.

O livro reúne as opiniões de uma centena de personalidades dos mais variados sectores da sociedade civil, empenhados em assegurar o desenvolvimento responsável nas suas organizações a bem das pessoas, do país e do planeta.

Um desenvolvimento responsável que não passa apenas pela acção climática, mas sim pelos 17 Objectivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) definidos pela ONU: do combate à pobreza às energias renováveis, da educação à justiça, da saúde ao trabalho digno. A sustentabilidade exige compromissos e este é um livro sobre como podemos mudar a nossa mentalidade e fazer diferente. Entre estas 101 vozes estão empresários, activistas, académicos, especialistas em energia, empreendedores, investigadores, artistas, banqueiros, arquitectos, entre muitos outros profissionais que assumiram o desafio – e o compromisso.

Ao longo de quase 800 páginas os leitores serão confrontados com realidades, termos e palavras-chave, uns que conhecem bem e outros que vão passar a fazer parte do seu léxico – da transição energética ou transição verde aos ODS das Nações Unidas, passando por Natureza Positiva, NetZero, descarbonização, ESG (Environmental, Social, Governance), desperdício, viver com menos, gestão da água, circularidade, desigualdades, os 3 p’s da sustentabilidade (People, Profit, Planet, a que se juntam Purpose e Prosperity), e ainda Sociedade Sustentável ou Igualdade de Género, entre outros.



Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

*