Daqui a cinco anos estas profissões vão deixar de existir

Nos últimos anos temos vindo a assistir à transformação do mercado de trabalho devido à tecnologia. Especialistas defendem que será essa mesma tecnologia a causa do desaparecimento de algumas profissões. 

 

Conheça quais as profissões que não vão daqui a cinco anos ou que vão estar 100% automatizadas:

Piloto de avião
Grande parte dos sistemas computadorizados já pilotam os aviões, sendo os pilotos são necessários na descolagem e na aterragem. A realidade é que algumas empresas já fazem testes com aeronaves 100% autónomas.

Anestesista
Recentemente, a Johnson & Johnson desenvolveu um robot que aplica, com sucesso, anestesias nos doentes. Sob o nome de Sedasys, já foi testados em clínicas e hospitais.

Analista de investimento
Desde 2019 que 30% das vagas de trabalho nos bancos de investimento da Wall Street deixaram de existir. O motivo? A digitalização das operações e os robots que operam em alta frequência e que representam mais de 50% das operações diárias do mercado norte-americano de acções.

Headhunter e recrutador
Aqui os algoritmos da Inteligência Artificial vão substituir a procura tradicional pelo candidato ou currículo perfeito. A procura será feita através de avaliações de vídeos, fotos e e-mails.

Assistente jurídico
Assim como no trabalho do headhunter, aqui a Inteligência Artificial já consegue realizar tarefas de análise de processos e termos jurídicos com precisão.

Corretores de seguros e analistas de risco
Actualmente o trabalho dos corretores de seguros e dos analistas de risco já pode ser realizado por computadores através do Big Data e Machine Learning. Com isso, cotações, cálculos de prémios e apólice, por exemplo, pode ser realizados com maior eficiência.

Ler Mais
pub


Comentários
A carregar...