É apaixonado por Itália? Uma aldeia oferece 30 mil euros a quem for para lá viver e na Sicília há casas por um euro

Chama-se Presicce, fica na região de Apúlia – no sul de Itália -, e é mais uma das zonas a oferecer benefícios e incentivos para atrair novos habitantes.

 

Com a desertificação, a população tem decaído nos últimos anos, tendo actualmente cerca de 5800 habitantes, e as autoridades locais anunciaram que vão pagar 30 mil euros a quem decidir mudar-se para Presicce. A condição é apenas uma: comprar uma das casa da aldeia e renová-la com apoio do governo regional.

O preço das casas começa a partir dos 25 mil euros e o financiamento será dividido em duas partes. Uma destina-se à compra da casa antiga e a outra será para renová-la caso seja necessário.

Para se candidatar a este incentivo, os interessados devem passar a residir em Presicce e adquirir uma das casas que constam da lista de imóveis construídos antes de 1991, seleccionadas pela equipa responsável pelo projecto.

 

Outro exemplo é Cattolica Eraclea, na província de Agrigento, na Sicília, que está a vender casas por um euro, avança o Idealista. O regulamento já foi aprovado pela administração municipal e o objectivo é incentivar o renascimento demográfico e socioeconómico, bem como proteger os edifícios abandonados que afectam a paisagem do centro histórico e arredores.

Uma iniciativa que atende também a muitos proprietários que não querem pagar contas e impostos de imóveis que, de facto, não exploram e dos quais gostariam de se desfazer. Assim, o município actua como intermediário entre compradores e proprietários.

Quem compra deve comprometer-se a concluir os trabalhos de segurança e restauro no prazo de 3 anos após a venda. O regulamento prevê a necessidade de estipular uma caução de 5.000 euros a favor do Município de Cattolica Eraclea para intervenções até 50.000 euros; sendo que caução sobe para 10.000 euros para intervenções de valor superior. A apólice é válida por 3 anos e é renovável e, em caso de incumprimento, o Município pode valer-se da caducidade da caução.

O edital, que deverá ser publicado em breve no site municipal, prevê cláusulas sobre o uso pretendido que favoreça o uso residencial para casais jovens, solteiros ou famílias desfavorecidas.

Ler Mais



loading...

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.