É o fim da era dos currículos. Saiba porquê

«O mundo anda a mil à hora e o recrutamento parou há 20 anos». Foi com base neste mote que dois jovens empreendedores decidiram, em plena era digital, humanizar o recrutamento, pondo fim à era dos currículos. Assim nasceu a Hire Me.

 

Trata-se de uma aplicação gratuita, que qualquer candidato pode descarregar. Basta registar-se, preencher alguns campos básicos que o identificam e descrever os seus pontos fortes, utilizando uma hashtag (#) para cada competência. Em seguida, deve ligar a câmara do telemóvel e apresentar-se através de um vídeo de um minuto.

«Não é necessário escolher previamente para onde enviar o currículo ou direccionar para um anúncio de emprego. Esta app abre as portas do mundo do recrutamento e permite colocar à disposição do mundo as competências e qualidades de cada um», afirma João Henriques, CEO da Digital Factory Portugal, startup que desenvolveu a HIRE ME. A ideia, explica, é ser «um pitch tão simples como fazer uma story no Instagram».

Para as empresas, o processo de utilização é o mesmo: basta descarregar a a app e registar-se. «Temos um motor de busca que pesquisa por # quer competências técnicas como comportamentais e filtros que seleccionam anos de experiência, formação académica e, entre outros, localização», escreve.

O passo seguinte será receber todos os pitch’s, ou seja, os vídeos feitos por candidatos que correspondem aos requisitos. A partir daí o contacto é directo, via e-mail, Facebook ou Twitter. «Acreditamos que a revolução do processo de recrutamento passa por esta nova app, que aposta num futuro sem comissões, intermediários, papéis ou burocracias, quando o único objectivo é encontrar o talento certo para a função certa», remata Madalena Ferreira, co-fundadora.

A aplicação será apresentada oficialmente a 4 de Novembro durante a quarta edição da Web Summit, a mega cimeira de tecnologia que decorre em Lisboa, de 4 a 7 do próximo mês.

Ler Mais
pub


Comentários
A carregar...