Em um ano, Microsoft capacitou mais de 282 mil pessoas em Portugal, contratou mais de 300 e ainda tem 200 vagas em aberto

Um ano após a assinatura do Memorando de Entendimento, entre o Governo e a Microsoft Portugal, a tecnológica faz um balanço positivo dos resultados já alcançados para reforçar a estratégia de transição digital do País, nos sectores público e privado, e acelerar a recuperação económica do mercado nacional.

 

Entre as principais iniciativas previstas no memorando de entendimento e que focam os três pilares estratégicos em que assenta a parceria – Pessoas, Empresas e Estado Digital – destacam-se os seguintes resultados:

No âmbito da Global Skills Initiative, a Microsoft já capacitou mais de 282 mil pessoas em Portugal, superando o objectivo inicial de capacitar 100 mil portugueses até ao final de 2022. A iniciativa prevê o desenvolvimento de competências necessárias para responder aos desafios do atual mercado de trabalho e contexto pós-pandemia e disponibiliza o acesso gratuito a cursos em português, com base em conteúdos da Microsoft, Linkedin e GitHub.

Através da Jornada de Transformação da Educação e no âmbito da renovação da parceria com o Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos (CCISP), a Microsoft disponibilizou a solução de produtividade e colaboração Microsoft Office Online a 771.000 alunos portugueses e certificou, até ao momento, mais de 12 mil professores.

Apostada em dar continuidade ao plano de crescimento de recursos humanos altamente qualificados em Portugal, no espaço de um ano, a Microsoft contratou mais de 300 pessoas, e tem ainda mais de 200 posições abertas.

O programa “Portugal Startup em Startup”, lançado no final de Setembro de 2021, e que visa promover a descentralização e o empreendedorismo no interior do país e regiões autónomas, conta já com 19 startups. Nesta área, registou-se ainda um crescimento de 233% no investimento realizado através de serviços cloud no programa Microsoft for Startups, totalizando já 1.535.000 euros.

Através da rede de Parceiros Microsoft, foram também certificados mais de 2782 profissionais, nas áreas de Azure, Business Apps e Modern Work.

A Microsoft superou o compromisso inicial de disponibilizar 20 conteúdos formativos de base tecnológica para funcionários públicos até final de 2022 e realizou já 36 webinars no primeiro ano da parceria estabelecida.

O consórcio Internet Segura impactou ainda 122.277 alunos, 1252 escolas e 399 voluntários (colaboradores da Microsoft) envolvidos no programa.

De destacar também que, com o objectivo de alcançar a Neutralidade Carbónica até 2030, a Microsoft Portugal estabeleceu um contrato com a EDP para fornecimento de energia 100% renovável e com zero emissões de CO2.

Paula Panarra, directora-geral da Microsoft Portugal, afirma: «Num contexto desafiante, os resultados alcançados no primeiro ano de Memorando são muito encorajadores e refletem o compromisso do nosso País com o futuro. Queremos continuar a apoiar a formação, a inovação e a adoção tecnológica, nesta jornada de capacitação digital para que, todos  juntos, sejamos agentes de mudança e de recuperação económica. Estamos orgulhosos do que atingimos no primeiro ano, mas queremos, sem dúvida, superar os objetivos e continuaremos a trabalhar para alcançar mais e melhores resultados».

A parceria entre a Microsoft e o Governo português visa disponibilizar recursos para a transformação digital, sendo os objectivos principais os de capacitar os portugueses com competências digitais, promover e desenvolver as competências tecnológicas na nova geração, apoiar e acompanhar a transformação digital junto das empresas, apoiar o crescimento, competitividade e escala de startups nacionais com oportunidades globais, suportar a modernização das instituições públicas e a melhorar o serviço ao cidadão.

Ler Mais
pub


Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

*