Está farto de trabalhar em casa? Este hotel transformou os quartos em escritórios para teletrabalho

O Lisbon Marriott Hotel está a transformar alguns dos seus quartos não ocupados em escritórios. A ideia é oferecer aos seus clientes (em muitos casos, novos clientes, que vivem em Lisboa e nunca dormiram no hotel) o ambiente propício para dias de teletrabalho ou fazer vídeoconferências, adianta a Sábado.

 

Em tempo de pandemia (e de diminuição drástica do número de turistas em Portugal), o serviço Work Away foi criado «para facilitar o trabalho e a logística dos profissionais autónomos e das empresas que procuram um ambiente tranquilo, seguro e mais económico para trabalhar», diz a cadeia de hotéis à revista.

De acordo com a publicação, nos quartos seleccionados, que agora são escritórios, no lugar da cama há uma mesa e algumas cadeiras de escritório e internet de alta velocidade.

Além de poderem usufruir dos quartos como área de trabalho, os clientes têm acesso ao ginásio, estacionamento gratuito e 30% de desconto no restaurante do hote, o CITRUS, e também no room-service.

Os valores do pacote Work Away, variam de acordo com a categoria escolhida pelo cliente, o escritório e quarto por uma noite fica por 115 euros, mas a ocupação de um quarto completamente transformado em escritório fica por 40 euros e a do quarto-escritório por 65 euros de um dia das 8h às 18h. Todos os quartos poderão receber até dois clientes ao mesmo tempo.

A Sábado revela que como o hotel quer garantir a segurança dos clientes, no final do dia os espaços são higienizados para que seja eliminado qualquer risco de infecção por COVID-19.

Ler Mais
pub


Comentários
A carregar...