Este projecto está a promover igualdade para mulheres agricultoras

Numa altura em que se luta contra a COVID-19, a SmartFarmer, negócio social da ONGD Oikos, está cada vez mais próxima da produção nacional e do acesso justo ao mercado para a agricultura local, promovendo ainda a visibilidade e igualdade de género para mulheres agricultoras.

 

Este negócio social da Oikos existe para facilitar o acesso dos pequenos e médios agricultores ao mercado, em condições justas, privilegiando lógicas de proximidade e sustentabilidade.

O SmartFarmer está ainda trabalhar enquanto parceiro do Instituto Politécnico de Viseu num projecto para aumentar a participação cívica e associativa das mulheres agricultoras nas regiões do interior do nosso país – São Pedro do Sul e Sabugal – posicionando-se como uma experiência piloto que poderá vir a ser replicada em outros territórios idênticos.

«MAIs – Mulheres Agricultoras em Territórios do Interior é um projecto que vem reforçar o papel da Oikos na dinamização da pequena e média agricultura nas regiões do interior de Portugal, em especial nos municípios da Beira Interior. É também uma oportunidade de conciliar a experiência de capacitação de mulheres e formação em temas relacionados com a igualdade de género, com o desenvolvimento agrícola e rural. Esta experiência, aliada à plataforma de comércio electrónico smartfarmer.pt, permitirá dar viabilidade económica futura aos colectivos de mulheres agricultoras que venham a surgir no âmbito do projecto e passarão a dispor de um canal de vendas online, escoando a sua produção directamente para casa do consumidor», explica João Fernandes, presidente da Oikos.

MAIs é um projecto liderado pelo Politécnico de Viseu, financiado pelo Programa Conciliação e Igualdade de Género (EEAGRANTs) que vai, com a parceria da Oikos,  estimular a cidadania activa e a visibilidade e participação social das mulheres agricultoras na esfera pública e no desenvolvimento local.

O SmartFarmer conta com uma rede de parceiros a nível nacional e o apoio do programa de Parcerias para o Impacto do Portugal Inovação Social, com financiamento do POISE e da Fundação Calouste Gulbenkian.

Ler Mais
pub


Comentários
A carregar...