Já sabe o que vai ler em Agosto? Deixamos-lhes sugestões

Com o mês de Agosto a aproximar-se, o Grupo Almedina partilha novas sugestões de leitura.

 

Porque deixei de falar com brancos sobre raça, de Reni Eddo-Lodge
Examinando desde a história negra erradicada até à política dominada por uma agenda branca, passando pelo feminismo branqueado e pela inextricável ligação entre classe e raça, Reni Eddo-Lodge oferece um novo quadro para reconhecer e combater o racismo. Uma retrato do que é ser hoje uma pessoa de cor na Grã-Bretanha e no mundo e um manual para quem procura compreender como funciona o racismo estrutural e o privilégio branco.

 

Existencialismo, de Kevin Aho
Os autores e temas-chave da mais importante corrente filosófica do século XX, como a liberdade, a alienação, o niilismo, a ansiedade e a autenticidade são referidos nesta obra. Kevin Aho destaca ainda as relações do existencialismo com o pensamento marxista, o seu impacto na fenomenologia feminista e na crítica pós-colonial, bem como o seu contributo para a ética, a teoria política, o ambientalismo ou a sua influência na psiquiatria e psicoterapia contemporâneas.

 

Conservadorismo, de Edmund Fawcett
Durante duzentos anos, o conservadorismo lutou contra a sua reputação de credo retrógrado, confrontando-se e adaptando-se à modernidade liberal. Com isto, a direita ascendeu ao poder por longos períodos e tornou-se efetivamente a tradição dominante na política. No entanto, apesar do seu sucesso, os conservadores continuaram a lutar entre si sobre até que ponto podiam comprometer-se com o liberalismo e a democracia ou sobre quais os valores a defender e como.

Nesta obra, Edmund Fawcett oferece um relato desta história conflituosa, esclarece ideias-chave e ilumina as discussões no seio da direita contemporânea.

Ler Mais
pub


Comentários
A carregar...