Leis para que te quero

Dos resultados da 28.ª edição do Barómetro Human Resources destaca-se a indiferença perante as recentes alterações ao Código do Trabalho, que faz levantar a questão do que as terá justificado. Também curioso é o facto de a baixa taxa de desemprego não estar a afectar as empresas. De realçar ainda a crescente relevância da diversidade e inclusão nas organizações, não só por uma questão de igualdade, mas também de resultados.

 

Por Ana Leonor Martins

 

Quando questionados sobre “Qual o impacto das recentes alterações ao Código do Trabalho na sua organização”, a resposta dos especialistas do painel Barómetro Human Resources foi inequívoca, com quase metade (46%) a afirmar que não tem qualquer impacto, ou seja, que é “indiferente”. Ninguém considerou ser “muito positivo”, mas houve quem considerasse “negativo” (26%) e “muito negativo” (5%). Só para 18% as alterações foram “positivas”.

 

Fique a conhecer todos os resultados na edição de Dezembro da Human Resources, nas bancas, e o comentário dos especialistas:

– Alexandra Sequeira de Carvalho, directora de Recursos Humanos na Sport TV

– Maria Alexandra Pires, directora de Recursos Humanos na Xerox

– Catarina Tendeiro, directora de Recursos Humanos no Grupo Ageas Portugal

– Catarina Horta, directora de Capital Humano no Novo Banco

– Nuno Gonçalo Simões, director de Capital Humano da PwC

– Maria Roman, directora-geral de Recursos Humanos do Lidl Portugal

Ler Mais
pub


Comentários
A carregar...