L’Oréal Portugal apoia “Mulheres na Ciência” e distingue quatro projectos

A 16.ª edição das “Medalhas de Honra L’Oréal Portugal para as Mulheres na Ciência” distinguiu projectos científicos de quatro mulheres. Cada uma é reconhecida com um prémio individual de 15 mil euros, que visa apoiá-la na sua pesquisa e motivá-la a prosseguir estudos relevantes nas áreas da saúde e ambiente, assim como inspirar uma ciência e uma sociedade mais inclusiva e equitativa.

 

Será possível melhorar a eficácia dos bacteriófagos para torná-los mais eficazes no combate a uma bactéria resistente a antibióticos? Como é que alterações no nosso relógio biológico afectam a actividade de um grupo de células imunitárias essenciais à saúde e funcionamento dos rins? Quais os mecanismos e alterações moleculares que desencadeiam a distrofia muscular congénita merosina-negativa? Conseguirão as microalgas assimilar o azoto e fósforo que subsistem após o tratamento de efluentes industriais? São os temas dos projectos distinguidos.

A L’Oréal Portugal vai apoiar a investigação de Diana Priscila Pires, do Centro de Engenharia Biológica – Universidade do Minho; Cristina Godinho-Silva, da Fundação Champalimaud; Ana Rita Carlos, do Centro de Ecologia, Evolução e Alterações Ambientais (cE3c) – Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa; e Ana Luísa Gonçalves, do Laboratório de Engenharia de Processos, Ambiente, Biotecnologia e Energia – Universidade do Porto.

As quatro investigadoras, já doutoradas e com idades entre os 30 e os 34 anos, foram seleccionadas entre mais de 80 candidatas por um júri científico, presidido pelo físico Alexandre Quintanilha.

Segundo Cátia Martins, CEO da L’Oréal Portugal «A investigação e a ciência foram centrais na inovação da L’Oréal desde a sua fundação e continuam a ser fulcrais para inovarmos e crescermos de forma sustentável, reduzindo os impactos da nossa atividade no ambiente e melhorando os impactos da nossa atividade na vida de muitas pessoas. Há 22 anos a L´Oréal impulsionou o papel das mulheres na ciência através do Programa For Women in Science por acreditar que o mundo precisa da ciência e a ciência também precisa das mulheres».

Em 1998, a L’Oréal e a UNESCO celebraram a parceria que deu origem ao L’Oréal-UNESCO For Women em Science. Em 2004, Portugal seguiu o exemplo, com as Medalhas de Honra L’Oréal Portugal para as Mulheres na Ciência, que desde a sua origem, já distinguiu 53 jovens investigadoras.

Ler Mais
pub


Comentários
A carregar...