Apenas 19% dos profissionais portugueses gostava de trabalhar exclusivamente em remoto. A percentagem é inferior à média europeia

De acordo com dados revelados hoje pelo Barómetro Europeu do Observador Cetelem. a maioria dos portugueses (51%) prefere trabalhar num regime misto entre o teletrabalho e o presencial. Quatro em cada 10 europeus também gostava de seguir este regime.

 

«Os eslovacos (55%), os búlgaros e os checos (54%) demonstram igual preferência em repartir a sua actividade profissional», avança o estudo, enquanto que «43% dos franceses afirmam que gostariam de exercer a sua actividade em regime presencial».

De acordo com o estudo agora divulgado, 67% dos europeus acreditam que o teletrabalho é eficiente. «Depois dos suecos (79%), os portugueses e os espanhóis estão entre os mais convictos desta ideia (73%), seguindo-se o Reino Unido (72%), ao passo que na Europa Central apenas 56% dos eslovacos e romenos e 53% dos búlgaros têm esta opinião».

Por fim, o Barómetro Europeu do Observador Cetelem conclui que «apenas 22% dos europeus deseja exclusivamente o teletrabalho, sendo os britânicos quem mais valoriza esta modalidade (30%), enquanto que em Portugal apenas 19% tem esse desejo».

 

Ler Mais
pub


Comentários
A carregar...