Os equilíbrios das nossas vidas!

Ricardo Florêncio

Director da Revista HR Portugal

Editorial publicado na edição de Setembro de 2012 da revista HR Portugal

A visão enviesada que temos de muitas das situações, a pressão a que somos sujeitos para tomar decisões, ou simplesmente trabalhar, leva-nos a deturpar a hierarquia de prioridades, que em situações mais normais seria a adequada.

Contudo, precisamos de continuar a ser pessoas equilibradas, pois é desse equilíbrio que se fazem os sucessos duradouros e é desse equilíbrio que todos estão à espera e necessitam, e é desse equilíbrio que todos precisamos.

O equilíbrio entre a vida familiar, os amigos, as relações no mundo empresarial, a saúde, enfim, entre todos os elementos principais que nos rodeiam, é essencial para uma condução minimamente assertiva da nossa vida, do dia-a-dia.

Ainda que seja nestas alturas que mais se esquece, e mesmo se equaciona todas estas noções, pois é mesmo nestas alturas que o esforço adicional que fazemos para retomar o tema são mais críticos e necessários. E este equilíbrio, e o retomar deste equilíbrio, é tão importante para cada um de nós como seres individuais, como para todos os que nos rodeiam, seja em ambiente familiar, de lazer ou de trabalho.

Em ambientes empresarias, é aos Gestores de Pessoas a quem cabe a maior fatia de responsabilidade de, em primeiro lugar, conseguir obter esse equilíbrio e depois saber incuti-lo e desenvolvê-lo em todas as pessoas com que interagem.

E é fundamental que se apercebam da sua importância crítica.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

MULTIPUBLICAÇÕES

Marketeer
Guerra do streaming: consumidores dão oportunidade aos novos players
Automonitor
Chevy Suburban: O primeiro carro com uma estrela em Hollywood