People Talks. Carla Caracol, Renascença: «Também há um “lado negro” no teletrabalho»

Carla Caracol, directora de Recursos Humanos do Grupo Renascença Multimédia, é a convidada de mais uma People Talks. Talvez um bocadinho “contra-corrente” e partilhando uma visão menos “politicamente correcta”, vem falar do lado menos positivo e menos sexy do teletrabalho que, defende, não deve ser adoptado como princípio universal a todas as realidades indiscriminadamente. E explica porquê. Assista agora, às 14h30, nas plataformas da Human Resources (aqui ou no Linkedin ou Facebook).

 

«As questões do teletrabalho têm de ser vistas de forma contextual, porque, se em alguns sectores de actividade faz sentido manter um regime mais de trabalho remoto, em muitos outros não é efectivamente passível de ser feito a longo prazo», alerta Carla Caracol. «Precisamos ter distanciamento face a esta solução e perceber tudo o que implica, pois nem todas as empresas têm sequer capacidade financeira para replicar em casa todas as condições que existem nos postos de trabalho.»

A responsável falou no tema da produtividade, dos riscos inerentes, do que considera fundamental na definição do modelo de trabalho a adoptar, bem como as lições que os gestores de pessoas devem retirar do actual momento e dos desafios e tendências para os quais devem estar preparados.

A conversa foi conduzida por Ana Leonor Martins, directora de redacção da Human Resources Portugal.

People Talks é uma rubrica vídeo da Human Resources, que dá destaque aos desafios e tendências na Gestão de Pessoas e também ao que de melhor se faz neste âmbito em Portugal.

Veja aqui a entrevista, na íntegra:

Ler Mais
pub


Comentários
A carregar...