Portugal é o melhor país do mundo para trabalho remoto

Agora que mais pessoas adoptam ambientes de trabalho flexíveis e combinam lazer com o trabalho remoto, o motor de pesquisa de viagens momondo.pt revela os melhores países do mundo para trabalhar remotamente, com Portugal no topo da lista.

 

Portugal ficou classificado como o melhor país no mundo para o trabalho remoto, com pontuações altas em todas as categorias, incluindo o clima, a vida social, a baixa taxa de criminalidade e o custo de vida relativamente acessível.

O país também tem um visto para nómadas digitais, e muitos habitantes têm um nível de inglês elevado, o que é um ponto forte para expatriados.

A Espanha ficou em segundo lugar, sobretudo pela elevada quantidade de cafés e restaurantes per capita, juntamente com uma Internet rápida, muitos espaços de co-working e vistos remotos para freelancers. Além disso, tem uma vida noturna exuberante e é aberta à comunidade LGBTQ+. A Roménia ocupa o terceiro lugar, principalmente pelos preços atrativos em alugueres de longa duração e comida local.

 

Confira aqui o top 10:

  1. Portugal
  2. Espanha
  3. Roménia
  4. Maurícia
  5. Japão
  6. Malta
  7. Costa Rica
  8. Panamá
  9. República Checa
  10. Alemanha

 

Além do Índice de trabalho em viagem, a momondo criou um mapa de fusos horários para ajudar utilizadores a perceber rapidamente a diferença horária entre o local do emprego e o país de destino — ideal para quem quer evitar videochamadas às duas da manhã por trabalhar no estrangeiro.

A classificação por fuso horário tem em conta os factores e categorias-chave do Índice de trabalho em viagem, mas apresenta-os de acordo com o país de origem dos utilizadores, para que países com o fuso horário mais próximo apareçam mais acima na lista de destinos. O mapa também fornece informações sobre as restrições de viagem e as taxas de vacinação mais recentes por país.

Para o elaborar o primeiro Índice de trabalho em viagem, a momondo analisou 111 países e classificou-os com base em 22 factores, em seis categorias: custo de viagens e acessibilidade; preços locais; saúde e segurança; condições de trabalho remoto; vida social; e clima. Com isto, encontrou os países onde é mais fácil conjugar o trabalho remoto com o lazer nas horas livres. Os dados recolhidos entre 1 de Setembro e 20 de Outubro de 2021

Ler Mais


Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

*