Procura de profissionais para a área da saúde está a crescer

De acordo com a consultora Michael Page, o dinamismo do mercado farmacêutico tem vindo a impulsionar a procura por perfis cada vez mais diferenciados, em funções desde marketing, passando pelo comercial, mais técnicas e de suporte.

 

Só no primeiro trimestre do ano, o recrutamento no sector da saúde em Portugal registou um aumento de 63% face ao período homólogo. Este crescimento justifica-se, em parte, pela «expansão do sector privado».

Recruta-se, sobretudo, para as áreas comercial e marketing, seguidas de áreas mais técnicas, nomeadamente assuntos regulamentares, qualidade e departamento médico. São valorizados perfis com licenciatura em Ciências da Saúde e Gestão, reconhecendo-se cada vez mais as competências comportamentais em detrimento da técnica. O inglês mantém-se como idioma preferencial, acompanhado do espanhol, cada vez mais requisitado face às estruturas ibéricas.

«O actual momento económico e laboral que vivemos no nosso país leva a que a área de recrutamento de Healthcare & Life Sciences esteja em franco desenvolvimento», explica Jessica Ferreira, consultant Healthcare & Life Sciences | Hospitality & Leisure na Michael Page.

A empresa de recrutamento especializado acrescenta ainda que, a par da crescente procura, os salários também têm vindo a aumentar, verificando-se, em alguns casos, «maior capacidade negocial por parte dos candidatos». Os salários das funções de marketing podem ir dos 21 aos 85 mil euros anuais, nas funções comerciais dos 17 aos 130 mil euros, nas funções médicas dos 28 aos 130 mil euros e nas funções mais técnicas e de suporte podem ir dos 21 aos 70 mil euros.

 

Veja também estas notícias.

Ler Mais
pub


Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

*