Proprietária dos centros comerciais Alegro doa 70 mil euros para o combate à COVID-19

A Ceetrus Portugal, proprietária e gestora dos centros comerciais Alegro, implementou diversas acções de apoio às comunidades onde os seus activos estão inseridos, para combater os efeitos da pandemia. Foram 70 mil euros aplicados em vários projectos locais que abrangem diferentes áreas de actuação e diversas zonas do país.

 

Através dos centros comerciais Alegro – Alfragide, Castelo Branco, Montijo, Setúbal e Sintra – e do Sintra Retail Park, activos geridos pela Ceetrus Portugal, estão a ser implementadas diversas acções de suporte às comunidades locais, com o intuito de criar impacto positivo em três eixos distintos: bens alimentares de primeira necessidade; tratamento e protecção; e, por fim, conforto.

Em termos práticos este apoio materializa-se através da disponibilização de cabazes alimentares, produtos de limpeza, gel desinfectante, máscaras, viseiras, entre outros, a diversas entidades locais como PSP, bombeiros, diversas delegações de Protecção Civil, canis e associações de apoio a animais abandonados, entre outros. Algumas destas acções estão a ser desenvolvidas em parceria com outras empresas do universo da AFM – Associação Familiar Mulliez – nomeadamente Auchan, Decathlon e Leroy Merlin.

Adicionalmente, em conjunto com outros parceiros, a Ceetrus Portugal vai também contribuir monetariamente para a aquisição e doação de ventiladores que serão distribuídos em diversas unidades hospitalares no país. A Ceetrus Portugal contribuirá para a aquisição de três desses equipamentos.

«Este tipo de iniciativas faz parte do forte compromisso da Ceetrus, tanto a nível global como nacional, com todas as comunidades e territórios onde os seus activos estão inseridos. Esta pandemia coloca-nos a todos à prova, ao assistirmos ao disparar da necessidade de acesso a determinados bens, quer para a subsistência de associações que apoiam comunidades mais desfavorecidas, como para entidades cruciais na nossa protecção, como é o caso dos bombeiros, policias, profissionais de saúde, entre outros. A Ceetrus Portugal, pela proximidade que tem com os territórios onde está presente, está em escuta permanente das necessidades destas comunidades e empenhada em encontrar alternativas para que as carências sentidas neste momento difícil sejam minimizadas», refere João Remondes, líder de Transformação e Impacto Positivo da Ceetrus Portugal.

Ler Mais
pub


Comentários
A carregar...