São estas as competências que os profissionais de Recursos Humanos devem (mesmo) ter

As competências dos profissionais de Recursos Humanos devem estar alinhadas com as novas mudanças na gestão empresarial, tanto as derivadas da adopção do teletrabalho, quanto as que se originam à medida que as novas gerações começam a tomar conta do mundo do trabalho.

 

A projecção para o ano de 2022 é que mais de metade dos empregos sejam ocupados por millennials. Esta mudança geracional representa um importante desafio na gestão de recursos humanos, pois a cultura e as necessidades do colaborador moderno são diferentes em vários aspectos.

Neste sentido, a Workwell enumerou as competências essenciais que acredita que os profissionais de Recursos Humanos devem ter:

Uma destas competências essenciais é a escuta activa que pode ser praticada de várias maneiras, criando canais para que a comunicação flua e os colaboradores se expressem. A comunicação pode ser através de email ou reuniões regulares de trabalho, entre outros meios.

Outra das competências mais importantes os profissionais de Recursos Humanos é a capacidade de resolver conflitos e negociar. A gestão de pessoas por vezes exige mediar conflitos, oferecer alternativas e até dizer “não”. No entanto, a chave é a forma como o profissional gere estas situações. Ser um bom negociador implica entender a outra pessoa, saber ceder e encontrar a melhor solução para ambas as partes.

Ser empático. É a capacidade de uma pessoa se colocar no lugar da outra e perceber a sua situação e é uma das competências mais importantes em Recursos Humanos e que qualquer profissional deve trabalhar e aprimorar. A empatia permite encurtar distâncias com outras pessoas, entender os seus problemas e encontrar soluções para resolvê-los.

Ler Mais
pub


Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

*