Seis hábitos que podem prejudicar a sua carreira e a sua reputação

Saber como agir no local de trabalho nem sempre é fácil. Os ambientes de escritório podem ser tão diferentes, mesmo dentro do mesmo sector, que o que era apropriado no trabalho anterior pode não ser no actual. É preciso ter atenção para que determinadas atitudes não prejudiquem a sua carreira e reputação.

 

Lynn Taylor, autora do livro «Tame Your Terrible Office Tyrant», acredita mesmo que grande parte do progresso na carreira se deve à inteligência emocional.

Tendo por base o livro de Lynn Taylor, o site Business Insider elaborou uma lista com seis hábitos que podem prejudicar a sua carreira.

 

1. Criar uma imagem negativa sobre si mesmo
É importante deixar que as pessoas formem suas próprias opiniões sobre si, em vez de alimentá-las com informações negativas que aparecem na sua cabeça.

Evite expressões como “Eu sei que não sou muito inteligente, mas … ou eu sei que não tenho muita experiência”. Não há razão para trazer as suas inseguranças para o local de trabalho. Deixe as suas acções falarem por si mesmas e dê informações adicionais positivas sobre o seu desempenho, quando for apropriado.

 

2. Tratar o escritório como se estivesse em casa
Há muitas coisas que fazemos em casa que não são apropriadas para um ambiente de escritório, como comer alimentos com mau cheiro, vestir roupas inapropriadas, promover crenças políticas ou religiosas ou roubar a comida dos outros.

 

3. Relacionar-se só com os colegas hierarquicamente superiores
É importante construir relacionamentos com pessoas de todos os níveis hierárquicos de uma organização. Pode ser prejudicial relacionar-se só com pessoas que considera importantes para a sua carreira e não criar relacionamentos com pessoas com o mesmo nível hierárquico ou de antiguidade.

 

4. Não se apoiar nos colegas
A equipa de pessoas com quem trabalha está lá para o apoiar e vice-versa. Tire proveito disso e faça perguntas, peça conselhos sobre os projectos em que está a trabalhar.

É particularmente importante dar-se bem com colegas de diferentes gerações. Se é mais jovem, ter alguém mais velho em quem confia pode ser importante, por exemplo, quando escreve um e-mail e quer uma verificação do seu texto. Se é mais velho, ter alguém mais jovem ao seu lado também pode ser um trunfo, por exemplo, quando está a fazer uma apresentação e quer ter certeza de que determinado tema é relevante.

 

5. Assumir determinadas informações sem perguntar
Com todas as variantes nos locais de trabalho actuais, pode ser difícil saber como se deve vestir ou a que horas deve chegar se ninguém lhe disser. O maior erro que pode cometer é assumir que sabe, em vez disso, pergunte. Muitas dessas regras não foram escritas. Perguntar quando não tem a certeza é melhor do que agir de forma errada.

 

6. Fazer mais do que pode
Embora seja bom ser a pessoa a quem alguém pode pedir ajuda num projecto, assumir muita responsabilidade extra pode levar a que nenhuma das tarefas seja executada da melhor. Em vez disso, fale com o seu chefe e alinhe as prioridades.

 

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

MULTIPUBLICAÇÕES

Marketeer
Já é Natal lá fora… Conheça as primeiras campanhas
Automonitor
Belos e furiosos: 25 modelos para entender os anos 80 e 90