Sonae Arauco está a contratar para as diversas regiões em que está presente

A Sonae Arauco, empresa resultante de uma joint-venture entre a portuguesa Sonae Indústria e a chilena Arauco, quer contratar 180 colaboradores nos próximos três anos. Esta medida visa não só a aquisição de novas competências, como a substituição de trabalhadores que vão iniciar a reforma. 

 

«Para que isto aconteça de uma forma sustentável e de modo a garantir a transmissão do conhecimento, pusemos em prática medidas específicas de formação», explica Rita Monteiro, Talent & Organizational manager da Sonae Arauco, sublinhando que, foi criada uma academia de conhecimento do negócio e estão a ser desenvolvidos programas de mentoring.

A organização pretende contratar colaboradores formados em Engenharias Química, Mecânica, Gestão Industrial e Sistemas de Informação, bem como Gestão. As áreas de Marketing e Vendas e Supply Chain também são ser reforçadas.

Além das competências técnicas de base adequadas à função, Rita Monteiro faz notar a importância das soft skills, destacando «a vontade de aprender e conhecer, a disponibilidade para mobilidade internacional, a paixão pela área industrial e a identificação com o que são os valores da empresa, como, por exemplo, ambição de crescimento, ética, transparência e inovação».

Há ainda uma outra competência que é muito importante para a Sonae Arauco: a agilidade. E isso, prossegue a responsável, «traduz-se numa série de comportamentos observáveis e diferenciadores: a inovação no trabalho realizado, a rapidez de execução, a adaptação às necessidades organizacionais e aos novos métodos de trabalho, a aprendizagem rápida, o querer participar na mudança que a empresa precisa para se manter líder nos segmentos em que opera».

Relativamente a idades, não há um limite máximo. «Depende muito da senioridade que procuramos para determinadas funções e desta questão relacionada com a agilidade», refere.

Os colaboradores a recrutar serão para trabalhar nas diversas regiões onde a Sonae Arauco está presente, sobretudo onde tem actividade industrial – Portugal, Espanha, Alemanha, África do Sul.

«De uma forma geral, em todos os países, deparamo-nos com o desafio de conquistar pessoas para o Interior ou para longe dos grandes centros urbanos», constata ainda Rita Monteiro. E, exemplifica: «Na Alemanha temos um desafio generalizado de falta de pessoas para todas as ofertas existentes, em todas as áreas. Existe ainda um problema comum associado à escassez de recursos técnicos altamente qualificados nas áreas de Manutenção, Engenharia de Processo e Supply Chain.»

Quanto aos benefícios, «a Sonae Arauco pauta-se por oferecer uma proposta de valor atractiva nos mercados onde opera, proposta esta que combina não só um pacote salarial atractivo como fringe benefits relevantes para os colaboradores», realça. «Privilegiamos o work-life balance, disponibilizando programas de well-being dentro e fora da empresa; somos uma empresa multicultural, com colaboradores de 25 nacionalidades; implementamos um novo modelo de carreira, que valoriza de igual forma as carreiras que ‘crescem hierarquicamente’ e as carreiras que «crescem através da aquisição e desenvolvimento de know-how técnico«; (…) e também damos a possibilidade de desenvolvimento de carreira internacional, que é, em determinadas idades, um factor de atracção e possibilidade de crescimento excepcional», específica.

A comprovar este compromisso, a responsável adianta que a empresa tem «uma taxa de turnover voluntário insignificante» (0.3%). Mas isso, garante, «não nos faz ficar de braços parados, estamos sempre a pensar em novas formas de atrair e reter colaboradores». «Vamos agora, por exemplo, estudar novas formas de conciliação da vida profissional com a vida pessoal. Já temos alguns colaboradores a trabalhar a partir de casa e queremos testar outros modelos que promovam o equilíbrio das vidas pessoal e profissional», conta.

A Sonae Arauco detém 23 unidades industriais e comerciais em nove países e dois continentes. Actualmente, emprega três mil colaboradores em todo o mundo, incluindo Portugal.

Ler Mais
Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

*

MULTIPUBLICAÇÕES

Marketeer
Lego lança minissérie no YouTube
Automonitor
Portugal a caminho de bater recorde de produção anual