Não consegue dormir agora mas tem sono durante o dia? Saiba o que pode estar a originar e o que fazer

Ter muito sono, especialmente durante o dia, pode ser causado por diversos factores, sendo os mais comuns dormir pouco ou mal à noite ou trabalhar por turnos, os quais podem ser contornados com bons hábitos de sono.

 

Porém, existem outras condições ou factores que podem estar na origem do sono excessivo durante o dia e que devem ser vistos pelo médico, alerta Clarisse Bezerra, Médica de Saúde da Família.

1. Quantidade e qualidade de sono insuficiente
Quando se dorme mal durante a noite ou em quantidade insuficiente, é muito comum ter sono durante o dia. Acredita-se que, além do stress e ansiedade, as noites mal dormidas sejam também consequência do uso da televisão, computador e exigências maiores de horas de trabalho, estudos e compromissos sociais.

Para contornar este problema, é importante adoptar rotinas e condições que possibilitem uma melhor qualidade e duração do sono, para que no dia seguinte se sinta mais activo.

2. Condições médicas
Condições neurológicas como a depressão, a ansiedade, a narcolepsia ou as doenças neurodegenerativas contribuem para a alteração da qualidade e quantidade de sono durante o dia. Além disso, sofrer de outras condições médicas, como trauma craniano, AVC, cancro, hipotireoidismo, doenças inflamatórias ou anemia também podem deixar a pessoa mais sonolenta e cansada durante o dia.

3. Uso de medicamentos
O uso de certos medicamentos, como anti-histamínicos, relaxantes musculares, anticonvulsivantes, antidepressivos, lítio, anti parkinsonianos ou medicamentos cardiovasculares, por exemplo, pode causar sonolência, que é mais perceptível durante o dia.

4. Consumo de substâncias que favorecem o sono
O consumo durante o dia de alimentos e plantas medicinais que favorecem o sono, como maracujá, valeriana ou erva-cidreira, por exemplo, podem deixar a pessoa mais relaxada e com sono, podendo comprometer as actividades diárias.

5. Apneia do sono
A apneia do sono torna a respiração difícil durante a noite, podendo levar a despertares noturnos recorrentes, sensação de sono não restaurador, fadiga durante o dia e dificuldade de concentração.

O tratamento pode ser feito com o uso de um aparelho especial e mudanças no estilo de vida.

​O que o sono excessivo pode causar
Dormir mal ou não dormir pode ter implicações graves na saúde e, por isso, ao longo dos meses, a falta de um sono reparador pode causar:

  • Falta ou dificuldade de concentração;
  • Baixo rendimento escolar ou do trabalho;
  • Resistência à insulina;
  • Stress e ansiedade;
  • Aumento do risco de AVC, infarte e morte súbita;
  • Aumento do risco de acidentes rodoviários;
  • Hipertensão;
  • Aterosclerose;
  • Obesidade.

Os indivíduos que trabalham por turnos, ao longo dos anos, têm ainda um risco aumentado de vir a desenvolver de algum tipo de cancro relativamente às pessoas que fazem um horário de trabalho considerado convencional.

Como é feito o tratamento
O tratamento para o sono excessivo depende da sua causa. O médico poderá dar algumas indicações para que o indivíduo tenha uma boa noite de sono reparador e, para que fique mais alerta durante o dia. Além disso, também poderá indicar o uso de medicamentos estimulantes do sistema nervoso à base de cafeína, por exemplo.

Algumas dicas que podem ajudar o indivíduo a manter-se num bom estado de alerta durante o dia são tomar um banho frio ao acordar, consumir alimentos estimulantes, como café, chá preto e gengibre a cada 3 horas e manter a mente activa durante o dia.

Ler Mais
pub


Comentários
A carregar...