Tendências 2020: Banca e Seguros vão dinamizar o mercado de trabalho

De acordo com o Guia do Mercado Laboral 2020, da Hays, o sector da Banca e dos Seguros está a passar por um momento estável, com perspectivas mais positivas do que em anos anteriores.

 

Um dos factores que influenciou a dinâmica do sector foi o impacto de operações de fusão e aquisição, que geraram um aumento no número de despedimentos e contratações para funções que necessitavam de melhorias de eficiência.

Como outro factor de influencia, André Vilaverde, manager da Hays, identifica: «Depois de algumas empresas deste sector fazerem mudanças estratégicas, operacionais e das normas e regulações dos últimos anos, o sector da Banca e Seguros volta a contratar perfis mais juniores para algumas necessidades específicas, que têm demonstrado um crescimento muito positivo.»

Ao analisar os dados do inquérito dos profissionais deste sector verificou-se que 68% não negociaram o pacote salarial, 34% foram aumentados, 50% recusaram ofertas de emprego e 10% foram promovidos, em 2019.

No entanto, o sector da Banca e dos Seguros ainda não acompanha o mesmo ritmo de crescimento de outras áreas.

 

Perspectivas para 2020
É importante avaliar o impacto que as fintechs terão para as instituições mais tradicionais e de que modo poderão potenciar um volume mais expressivo de contratações ou, pelo contrário, uma estagnação para perfis mais generalistas. É um facto que a banca terá de se modernizar para acompanhar a capacidade digital das fintechs e o serviço aos seus clientes.

As funções que irão movimentar o sector este ano são os cargos de analista de Risco, comercial Corporate, controller, auditor Interno, Investment analyst e actuário.

Relativamente à oferta salarial, deve permanecer muito semelhante aos últimos anos, perspectivando um incremento salarial para algumas funções específicas.

 

Perfis mais solicitados e os mais difíceis de identificar
O guia revela que em 2019, houve uma necessidade de investimento e retenção no recrutamento para o sector de Banca e Seguros para perfis de analista de Risco, Comercial corporate, controller, auditor Interno, Investment analyst e atuário. Verificou-se a dificuldade continua em identificar o perfil de analista de Risco e de Investment associate.

 

O que mais valorizam e que benefícios desejam?
No que respeita às principais mais-valias na escolha de um trabalho os inquiridos, valorizam a oferta salarial (88%), o bom ambiente de trabalho (76%), o plano de carreira (72%), os benefícios não financeiros (53%) e a cultura empresarial (51%).

Entre os benefícios que mais desejam, encontram-se, o seguro de saúde (86%), a flexibilidade de horários (62%), a possibilidade de trabalhar a partir de casa (59%), formação/certificações (59%) e automóvel para uso pessoal (não só profissional) (41%).

Ler Mais
pub


Comentários
A carregar...

MULTIPUBLICAÇÕES

Marketeer
Reprise, Initiative, Unilever e Somersby são os grandes vencedores dos Prémios SAPO
Automonitor
Já pode encomendar o novo Citroën C1 JCC+ desde os 14.727 euros