Milestone: Comunicar para os colaboradores em tempos de pandemia

A Milestone afirma pautar-se desde sempre por «transparência e flexibilidade», com a comunicação interna a ser utilizada para divulgar o dia-a-dia da empresa.

Ao longo do período de pandemia, a Milestone tornou a sua comunicação 100% digital, algo que não acontecia antes devido aos eventos e outras iniciativas desenvolvidas com o objectivo de comunicar, formar e celebrar os sucessos da empresa de forma presencial. Rita Carvalho Marques, Hapiness manager & Global Marketing explica que desde Março de 2020 «foram desenvolvidas iniciativas específicas para garantir a comunicação, a conectividade e o reconhecimento contínuo das equipas. Foi necessário aumentar a cadência da comunicação, assim como torná-la mais criativa e atractiva para os diversos públicos internos». Neste sentido, explica a responsável, «a transparência na comunicação top-down tornou-se crucial para o sentimento de pertença e de ultrapassar os desafios conjuntamente. O reconhecimento e a criação de uma responsabilidade social colectiva permitiu que o sucesso fosse de todos e não apenas de alguns».

Do mesmo modo, a Milestone criou uma intranet em SharePoint que agrega num único portal toda a informação interna, permitindo que os colaboradores acedam de forma rápida aos sites corporativos e a informação específica e relevante para o contexto actual.

Rita Carvalho Marques explica que «foram adaptados alguns processos, entre os quais se destacam o onboarding virtual para os novos colaboradores, as reuniões colaborativas e o acompanhamento de clientes e equipas efectuados de forma totalmente descentralizada».

Mesmo antes da pandemia, o dia-a-dia da Milestone já pressupunha elevada mobilidade, descentralização, trabalho remoto e modelos de colaboração à distância. O trabalho com clientes globais, diz Rita Carvalho Marques, tornou frequentes «diversos modelos colaborativos, quer seja o trabalho a partir dos escritórios da empresa, mobilizados junto do cliente ou em trabalho virtual. No entanto, esta pandemia teve um efeito transversal a várias indústrias e modelos de negócio, e acelerou uma transformação que já se vislumbrava nos últimos 20 anos, mas que agora foi executada e implementada num tempo recorde de cerca de um ano. Transpusemos todas as iniciativas para uma vertente 100% virtual e reforçou-se o foco nos nossos colaboradores e clientes».

Rita Carvalho Marques revela também que foi criado um programa open-door, foi dada formação às equipas em efectividade no trabalho remoto e diversificaram-se as iniciativas na área do bem-estar, na partilha de conhecimento e nos momentos de socialização virtuais. «Foi relevante manter as rotinas internas e de relacionamento e a premiação e reconhecimento dos nossos colaboradores, mesmo que em modelo virtual», afirma.

Actualmente, a comunicação da empresa continua num modelo 100% virtual, e assim deve manter-se até ao final deste ano. «Queremos muito voltar a interagir presencialmente, mas sem nunca descurar o bem-estar e saúde de todos. Prevemos que o modelo virtual venha a ficar mais enraizado do que anteriormente no nosso modelo empresarial e estamos a desenhar novos processos e modelos para que a empresa e as equipas saiam reforçadas desta nova realidade», conclui a responsável.

 

Este artigo faz parte do Caderno Especial “Comunicação Interna” na edição de Setembro (n.º 129) da Human Resources nas bancas.

Caso prefira comprar online, tem disponível a versão em papel e a versão digital.

Ler Mais
pub


Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

*