Whistleblowing e gestão de pessoas

Para que a directiva europeia Whistleblowing seja implementada na gestão das empresas, e das pessoas, em Portugal, é preciso mais do que transpô-la para a legislação nacional. Leia o artigo de Isabel Moço, coordenadora e professora da Universidade Europeia.

A revolução do reskilling

O reskilling ou upskilling assume actualmente enorme criticidade e abrangência, revolucionando o mercado de trabalho. Assim, a criação de condições para que aconteça, deve estar na prioridade de líderes e empresários.

Fim do horário (rígido) de trabalho

A Roche Diagnósticos Portugal confia que uma maior flexibilidade, tanto no horário como no local de trabalho, leva a uma maior autonomia e liberdade. E por isso acabou com a implementação de um horário de trabalho rígido. A gestão dos projectos será feita com base na prossecução de objectivos e…

Novo modelo de trabalho: Como adoptá-lo?

Numa altura em que se discute o futuro do trabalho, importa reflectir acerca da preferência manifestada pela grande maioria dos profissionais por soluções híbridas, devendo os líderes repensar os actuais modelos em vigor, colocando o indivíduo no centro e projectando o trabalho em seu redor, em prol…

A síndrome do impostor. Também já passou por isso?

Uma das maiores virtudes numa equipa é a capacidade de os membros conseguirem identificar as fragilidades uns dos outros e ajudarem-se mutuamente a ultrapassá-las. E é preciso não esquecer que essa fragilidade pode estar no que deveria ser o “lado forte” da equipa. Ou seja, na liderança.

Sem as pessoas, não há recuperação nem resiliência

«Urge colocar em prática medidas no âmbito da sustentabilidade e da agilidade/flexibilidade das empresas, nomeadamente na sua Gestão de Pessoas, o que passa por tirar partido da cada vez maior mobilidade e globalização da força de trabalho, assim como de uma gestão efectiva da diversidade.» Leia o…

Como traduzir a revolução digital dos RH para o trabalho do dia-a-dia

A revolução digital dos Recursos Humanos já chegou e está a avançar a grande velocidade, e as organizações estão à procura de novas formas, eficazes e produtivas, de satisfazer as exigências evolutivas de fazer negócios – agilidade, acesso global 24/7, velocidade e precisão.