Diversidade. Como captar o seu verdadeiro valor?

Estamos actualmente a dar passos importantes para captar o valor da diversidade. Várias empresas já estipularam objectivos relacionadas com a diversidade de género e a tendência é, claramente, de crescimento. A questão que se coloca é se existe um business case para as organizações irem ainda mais além, ou seja, qual é o valor que a diversidade pode criar para as empresas e os seus stakeholders?

Por Pedro Meda, partners da Odgers Berndtson

 

Qual é o significado da diversidade?

Não há dois seres humanos idênticos no que diz respeito a conhecimento, capacidades, experiências de vida e personalidade. Cada um de nós traz algo diferente a cada papel que desempenha, seja no trabalho ou na vida.

A diversidade tem, em parte, origem nas experiências de vida dos indivíduos. As experiências moldam perspetivas e criam uma diversidade de pensamento. Tudo isto impacta e traduz-se nas abordagens para desenvolver estratégia, liderar pessoas e entregar resultados. Grupos com elevados índices de diversidade focam-se em ideias e oportunidades que grupos mais homogéneos muitas vezes não veem. A diversidade pode assim atuar como motor de novas perspetivas e inovação para as organizações.

Para garantir que somos capazes de encontrar e atrair talento diversificado, as organizações têm repensar a forma como procuram o mesmo. Tomemos, por exemplo, um projeto de executive search para um CEO. Frequentemente, por forma a reduzir o risco percebido, pretende-se identificar candidatos com experiência prévia no role de CEO, considerando este fator como um requisito fundamental. As organizações mais progressivas também irão solicitar uma “shortlist diversificada” dos candidatos que vão de encontro dos critérios estabelecidos. Porém, o que estas podem não perceber é que os critérios iniciais limitaram a montante o conjunto dos potenciais candidatos.

A diversidade, por outro lado, ajuda a definir um conjunto muito mais amplo de experiências e competências que acreditamos que as pessoas precisem. Desta forma, perspetivas e abordagens mais diversas podem ser tidas em consideração e aplicadas de forma eficaz ao negócio.

 

Como beneficiar da diversidade?

Para ultrapassar o mindset vigente, temos de desafiar os processos existentes. Isto começa com os pressupostos acerca da natureza da experiência que as pessoas precisam para desempenhar um papel.

Aproveitar a diversidade – diversidade de experiências, mentalidades, abordagens e personalidades – exige, portanto, que nos mantenhamos focados no papel que a função deve cumprir. Isto cria oportunidades para explorar todo um conjunto mais alargado de “ativos pessoais”, através dos quais as pessoas podem utilizar os seus diversos conhecimentos e perspetivas.

Naturalmente, isto também coloca a responsabilidade sobre as empresas que fazem executive search, no sentido de procurar de forma diferente e olhar além dos pools óbvios de talento, pensando “fora da caixa” sobre onde podem encontrar esses líderes.

 

Desbloquear o sucesso

No actual ambiente empresarial e social em constante mudança, parece óbvio que as abordagens que foram experimentadas e testadas para identificar “a pessoa certa” estarão, cada vez mais, sob uma pressão crescente.

A definição de metas é um mecanismo saudável que visa obrigar as empresas a olhar para além da solução mais óbvia, porém, só será eficaz com a eliminação de alguns “requisitos-chave” que podem não ser tão “essenciais”. Como dizia o famoso anúncio da Apple – “think different”.

Ler Mais
pub


Comentários
A carregar...