“Era uma vez um orador…”

Não, não é verdade julgarmos que a oratória é exclusiva de apenas um grupo de pessoas mais extrovertidas, divertidas e mais comunicativas do que todas as outras.

Por Jorge Freitas, professor, jornalista, cronista , especialista em comunicação e oratória e autor do livro “O Dom da Palavra – Guia para falar bem em público”.

A primeira instrução a ter em conta é não desperdiçar oportunidades para falar em público porque esses momentos são raros. Sem hesitação, timidez ou constrangimentos, há que avançar e enfrentar a plateia aceitando o desafio de discursar em público. Quando se fala em público num determinado local pela primeira vez, o cérebro tenta refugiar-se numa experiência ocorrida em contexto semelhante, ora torna-se muito mais fácil quando esse passado existe, porque vai tranquilizar o comunicador, e isso chama-se preparação, treino e experiência.

O treino dá um passado ao cérebro condicionando positivamente a performance corporal e tranquilidade mental do orador, diminuindo a probabilidade do medo de falar em público boicotar uma apresentação. Não se fabricam bons oradores de um dia para o outro, há que conhecer profundamente como o corpo reage em momentos de stress. As mais diversificadas técnicas de oratória evitarão que um profissional se apresente em frente aos outros com uma voz e mãos trémulas, boca seca, olhar perdido, discurso frágil com perdas de raciocínio.

Conhecer e aplicar as ferramentas de comunicação on-line, recentemente impulsionadas pela pandemia, revelou-se uma necessidade para milhões de pessoas em todo o planeta que de um dia para o outro se viram obrigadas a falar remotamente para um vasto público.

Falar em frente a uma webcam também acarreta responsabilidades aos seus utilizadores. Há técnicas de comunicação distintas para potenciar esses momentos?

Sim e quem as dominar ganha vantagem sobre todos os outros! Uma baixa autoestima, excesso de nervosismo, uma personalidade emocionalmente mais frágil, contribuem para que o desempenho em público possa não ser o mais brilhante possível, há que ter em conta que as ferramentas estão ao alcance de todos, basta conhecê-las para serem assumidas.

As dicas de oratória podem ser aplicadas por qualquer pessoa. O mundo aguarda os seus discursos, os seus projectos, as suas ideias e histórias (era uma vez…), aguarda as palavras que só podem ser ditas por si! As vantagens de falar bem em público são inúmeras e poderosas: Ganhar terreno aos seus competidores, gerar mais posições de liderança, fechar mais negócios, ampliar o âmbito de visão, inspirar e conquistar os outros conseguindo mudar a vida de milhares de pessoas através da palavra. Mas antes de abrir a boca para falar, lembre-se que tem que se predispor para o sucesso. E isso vai acontecer! Sim, refiro-me ao sucesso.

 

Ler Mais
pub


Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

*