Millennials procuram organizações com responsabilidade social

O estudo desenvolvido pela Boyden mostra que os millennials no mercado de trabalho se encontram mais receptivos a integrar uma organização com um programa de responsabilidade social.

 

As conclusões também apontam para uma tendência entre CEO e outros cargos na gestão executiva nas organizações para se envolverem de forma mais próxima na área da Responsabilidade Social.

Em Portugal, a área surge com uma visão global positiva. Dados do estudo Social Innovation Index 2016, desenvolvido pela revista The Economist, apontam para sete países a nível mundial que alcançam a pontuação máxima relativamente à política nacional empreendida sobre este tema, não só definindo políticas concretas como também as implementando; Portugal é um deles.

Paralelamente, entre os factores mais relevantes para a capacidade de um país encorajar a inovação social encontra-se a qualidade do seu quadro institucional, que possibilita que as soluções possíveis já identificadas sejam colocadas em prática. Portugal fecha o “top 15” nesta matéria.

Para Fernando Neves de Almeida, managing partner da Boyden Global Executive Search Portugal, «os resultados da avaliação conduzida pela Boyden apontam para a dimensão da Responsabilidade Social Corporativa enquanto plataforma eficaz para envolver colaboradores, atrair clientes, gerir recursos e manter um cenário de competitividade acrescida. A ênfase nesta vertente encontra-se a conduzir a Gestão para se envolver num diálogo mais amplo com uma larga variedade de stakeholders, num debate amplo que envolve também o sector público e a sociedade civil, no sentido de procurar soluções e medidas mais eficazes ao nível do impacto social das suas organizações».

O relatório “Executive Monitor” da Boyden incluiu uma avaliação realizada junto de mais de 500 profissionais no mercado britânico, em Agosto, e revela que uma elevada percentagem (88%) dos entrevistados acredita que é importante que o CEO da empresa pratique um papel activo na Responsabilidade Social e actue como um porta-voz das actividades neste contexto. Também significativa é a constatação que 83% dos millennials inquiridos afirmam estar mais propensos a trabalhar numa empresa com um programa robusto de Responsabilidade Social.

Veja também estas notícias.

 

Ler Mais


Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

*