Reitor da universidade da Guiné-Bissau nomeado alto comissário para a COVID-19

Aladje Baldé, reitor da Universidade Jean Piaget da Guiné-Bissau (UniPiaget), foi nomeado alto comissário para a COVID-19 naquele país lusófono.

 

A nomeação, válida por um período de seis meses, foi feita por despacho do Instituto Nacional da Saúde Pública (INSP) da Guiné-Bissau, a entidade responsável pela gestão do Sistema Nacional de Vigilância em Saúde. O despacho de nomeação chama também a atenção para o alto risco de propagação da pandemia no país.

O professor é doutorado em Biotecnologia, desempenhando as funções de reitor da UniPiaget desde 2014. Com 55 anos, e uma carreira internacional ligada a vários países, o responsável conta com um trabalho vasto na área da biologia.

A Universidade Jean Piaget faz parte do universo mais vasto do Instituto Piaget, com presença nos vários países de expressão portuguesa, como Angola, Moçambique, Cabo Verde e Brasil, além de Portugal.

Além da preocupação com uma formação de qualidade, estas várias instituições do Ensino Superior em Língua Portuguesa destacam-se pelo seu papel activo ao lado das comunidades onde estão inseridas, em convergência com um dos eixos estratégicos de intervenção do Instituto Piaget.

De acordo com os últimos dados, a Guiné-Bissau regista 38 casos confirmados da COVID-19, sendo 58% homens e 42% mulheres, quase todos concentrados na capital, enquanto aguarda o resultado de análises feitas a vários casos considerados suspeitos. Entretanto, três casos já foram dados como recuperados.

Ler Mais
pub


Comentários
A carregar...

MULTIPUBLICAÇÕES

Marketeer
Reprise, Initiative, Unilever e Somersby são os grandes vencedores dos Prémios SAPO
Automonitor
Já pode encomendar o novo Citroën C1 JCC+ desde os 14.727 euros