Acha que não sabe recrutar? Veja esta “entrevista do inferno”

Num mercado de trabalho cada vez mais competitivo, não basta ter um currículo impecável. As entrevistas de emprego são decisivas e podem fazer a diferença entre ser ou não chamado para ocupar determinada vaga numa empresa.

 

Deve, no entanto, ter em atenção que nem todas as perguntas feitas são apropriadas, nomeadamente as que dizem respeito à esfera privadas dos candidatos e que sejam intrusivas, à excepção de casos em que essas informações sejam relevantes para aferir as capacidades das pessoas.

«Quem ou que circunstâncias o inspiram» e «qual o traço que considera que o seu melhor amigo diria que menos gosta em si»  estão entre as perguntas que um grupo de CEO admitiu estar entre as suas favoritas à revista “Fast Company”. E escorregar nestas questões é fácil.

Assim, o fotógrafo de moda Barnaby Roper retratou numa curta-metragem aquilo que considera ser a «entrevista do inferno», onde a conversa é levada ao extremo. Veja abaixo o vídeo:

Ler Mais
Comentários
A carregar...

MULTIPUBLICAÇÕES

Marketeer
YouTube faz 15 anos: o que mudou e o que ainda vai mudar
Automonitor
Presidente promulga diploma sobre alteração de matrículas automóveis