Por que devemos cultivar o mindset do “sim”?

Todos sabemos que nos dias de hoje os profissionais e as organizações precisam inovar e procurar novas soluções para alcançarem os resultados desejados. Para que essa inovação aconteça, é importante ter uma mentalidade positiva, aberta para novas ideias e possibilidades, mesmo que num primeiro momento não se saiba como executar uma ideia.

Neste artigo o site Vislumbrerh explica o que é o mindset do “sim” e de que forma pode ele pode ajudar a organização a alcançar metas de uma forma inovadora.

Mindset do “sim” pode ser entendido como a “configuração da mente”, que representa a forma como as pessoas encaram a sua realidade e como conduzem as suas atitudes de acordo com essa visão.

A psicóloga americana Carol S. Dweck mostrou que existem dois tipos de “configurações” possíveis: o mindset fixo e o mindset progressivo.

As pessoas com mindset fixo acreditam que não é possível melhorar as suas skills ao longo da vida, aceitando as condições que lhes são impostas, pelo que diferem das pessoas de mindset progressivo, as quais acreditam que as skills podem ser desenvolvidas e que as mudanças podem acontecer, desde que exista empenho e dedicação. Pessoas com o mindset progressivo acreditam que as dificuldades podem ser transformadas em oportunidades.

Ter o mindset progressivo e aberto para o desenvolvimento de novas soluções é um passo importante para inovar e marcar a diferença num mercado tão competitivo como o actual. Essa mentalidade é importante para as organizações, mas também para os colaboradores, não só no trabalho, mas também nos seus objectivos pessoais.

Cultivar o mindset do “sim” incentiva a criar uma mentalidade que aceita novas ideias, procura soluções e sugestões e considera todas as possibilidades antes de ter certeza sobre o caminho a seguir.

Para o mindset do “sim” funcionar, não chega que apenas um ou dois membros da equipa pensem dessa forma. É importante que a equipa toda acredite no potencial das mudanças, e é função do líder desenvolver essa mentalidade.

 

Ler Mais
pub


Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

*