Sector da formação profissional deverá crescer 7% este ano em Portugal

O volume de negócios do sector da formação profissional em Portugal deverá atingir os 310 milhões de euros no final de 2022, que representa um crescimento de 7% face a 2021, de acordo com a análise sectorial da Informa D&B.

Em 2021 o sector já tinha registado uma franca recuperação do negócio perdido em 2020 (ano em que recuou cerca de 25%), crescendo 16%, para os 290 milhões de euros.

A recuperação da actividade presencial na maioria das empresas portuguesas constitui o principal motivo para esta evolução, juntamente com a melhoria da conjuntura económica e a recuperação da actividade industrial e empresarial.

A formação, tanto em regime à distância como semipresencial, continuará a ganhar relevância no mercado, beneficiando do desenvolvimento de novas ferramentas informáticas e da aceitação crescente destas metodologias.

Em 2021 o número de pessoas empregadas em Portugal totalizou 4,88 milhões, o valor mais elevado desde 2010, confirmando a tendência crescente que se tem vindo a registar desde 2013.

O número de empresas registadas em Portugal para prestar serviços de formação profissional (CAE rubrica 85591) é de cerca de 3900, com a região de Lisboa a concentrar o maior número de operadores (34,1% do total), à frente do Norte (31,6%) e do Centro (21,1%).

A estrutura da oferta do sector é muito atomizada, predominando as empresas de reduzida dimensão, com um âmbito de acção local e um número reduzido de domínios de especialização. Mais de 95% das empresas de formação profissional têm menos de 10 empregados.

Ler Mais



loading...

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.