10 empregos estranhos, estranhamente bem pagos

Dificilmente estes empregos são o sonho de infância de alguém, mas não deixam de ser dignos e respeitáveis. E o salário pode ser surpreendente. Matt Miczulski fez, para o site FinanceBuzz, uma compilação de dez funções à primeira vista estranhas e pouco convencioanis, mas com uma remuneração que não envergonha ninguém. 

 

Antes de mais, é preciso ter em conta que estamos a falar da realidade norte-americana. E Matt começa por fazer notar que existem muitos mais empregos que são ocupados pelos cerca de 128 milhões de colaboradores a tempo inteiro nos EUA do que os empregos normais, das «nove às cinco».

Eis onze empregos estranhos, que pagam estranhamente bem.

 

1. Vendedor de cachorros-quentes em Nova Iorque

Não é possível enfiar um carrinho de cachorros-quentes à beira da estrada e ganhar muito dinheiro assim, mas, no local certo, um carrinho de venda de cachorros-quentes a tempo inteiro pode render um lucro decente. Não é inédito os vendedores em zonas populares da cidade de Nova Iorque pagarem mais de 270 mil euros em renda anual à cidade – portanto quanto devem ganhar para conseguirem pagar este tipo de renda?

Segundo o New York Post, um vendedor de cachorros-quentes chegou a ganhar 360 euros por dia quando o negócio estava no seu pico e pagava apenas 55 euros pela licença de vendedor.

Formação: Embora não seja necessária nenhuma formação específica, estamos a falar de um negócio, por isso ter algumas capacidades de gestão não farão mal.

Salário estimado, anual, em média: 90 mil – 270 mil euros (ou mais)

 

2. Provador de gelados

Um provador de gelados, também conhecido como verificador de amostras ou cientista alimentar, verifica se cada tipo de gelado está à altura, com os ingredientes, texturas e sabores certos para que os clientes não fiquem desiludidos. Dependendo do cargo e da empresa, os provadores podem estar até envolvidos na invenção de novos sabores de gelados.

Formação: Muitas empresas procuram candidatos com um curso em ciências lácteas ou ciências alimentares, assim como sensibilidade aos sabores e insensibilidade ao “cérebro congelado”.

Salário estimado, anual, em média: 31,5 mil – 87 mil euros

 

3. Modelo de partes do corpo

Têm um bom par de mãos? Segundo a Forbes, um bom “modelo de partes” pode ganhar até 67 mil euros ao ano. Dependendo da aparência – delicado ou “prático” –, os modelos de mãos podem conseguir trabalhos em catálogos ou em publicidade a alimentos ou produtos de limpeza. Até é possível servir de duplo de celebridades cujas mãos não são tão apelativas.

Formação: O mercado das partes do corpo não é vasto, por isso a concorrência é feroz. Terão de conseguir seguir indicações dos directores de fotografia e lidar com as inevitáveis cãibras.

Salário estimado, em média: 900 – 9000 euros por um dia de trabalho, até 68 mil euros por ano.

 

4. Agente de penhora de aviões

A ideia de um agente a ir embora com um avião é quase cómica, mas não quer dizer que o emprego não seja real. Se comprarem um avião e não o conseguirem pagar, podem ter a certeza de que o banco vos vai bater à porta. Este trabalho é suficientemente importante para o Discovery Channel produzir um programa sobre ele.

Formação: Embora entrar neste ramo seja bastante lucrativo, tem as suas limitações. Para começar, têm de saber pilotar um avião, e para tal é preciso uma licença de piloto.

Salário estimado, em média: 6% – 10% de comissão no preço da revenda do avião (9000 – 800 mil euros por avião)

 

5. Mergulhador comercial

Um mergulhador comercial ganha a vida a trabalhar debaixo de água. Os deveres podem variar, mas incluem procurar fugas em canos, inspeccionar e limpar válvulas de tubulação, inspeccionar pontes, navios, docas e esgotos e até salvar navios naufragados. Alguém interessado numa caça ao tesouro num navio naufragado do século XVIII?

Formação: Para chegar a mergulhador comercial, terão de acabar o secundário, fazer uma certificação de mergulho e completar um programa de formação de mergulho comercial.

Salário estimado, em média: 32 mil – 87 mil euros

 

6. Dama de honor profissional

Os amigos têm um papel importante nos casamentos, mas sejamos realistas, nem todos os nossos amigos são bons a lidar com os problemas e nem sempre dão os melhores conselhos. As damas de honor profissionais entram em cena para ajudarem as noivas ao longo do seu grande dia. Como profissionais, para além de aparecerem num casamento, podem levar a noiva ao altar e até fazer um brinde em honra do casal.

Se gostam de resolver problemas, adoram casamentos e têm calma suficiente, um trabalho como dama de honor profissional pode ser adequado.

Formação: Pode não haver exigências académicas específicas, mas competências de gestão e bom serviço ao cliente ajudarão a ir longe no cargo.

Salário estimado, em média: 16 mil – 86 mil euros

 

7. Profissional de limpeza de locais de crime

Os locais dos crimes podem estar vedados durante uma investigação, mas assim que as provas são recolhidas, alguém tem de limpar o que ficou para trás. Estes profissionais podem ter diferentes nomes, mas são responsáveis pela remoção de resíduos perigosos, fluidos humanos, sangue, dejectos humanos e outras questões desagradáveis.

Embora não seja preciso uma licença individual, estes técnicos normalmente fazem parte de uma empresa que precisa de várias licenças definidas pela Agência de Saúde e Segurança no Trabalho.

Formação: Estes técnicos geralmente precisam de ter o ensino secundário concluído e podem começar a trabalhar sem experiência anterior.

Salário estimado, em média: 25 mil – 55 mil euros

 

8. Estilista alimentar

Alguma vez pensaram porque é que aquele cheeseburger parece tão bonito na publicidade, mas tem um aspecto desleixado quando o tiramos do saco para o comer? Podem agradecer ao estilista alimentar. Estes profissionais são responsáveis por tornar os pratos o mais apetecíveis possível, normalmente para sessões fotográficas, filmes, anúncios televisivos e restaurantes de topo.

Formação: Os estilistas alimentares tendem a arranjar trabalho ao criarem um portefólio, por isso a experiência é a melhor forma de o conseguir, embora alguns empregadores queiram alguns conhecimentos de design ou a passagem por uma escola de culinária. As fotografias que tiram aos pratos e colocam no Instagram podem ou não contar como portefólio.

Salário estimado, em média: 22 mil – 82 mil euros

 

9. Hacker ético certificado

Podem conseguir fazer mais dinheiro sendo hackers sem ética, mas não preciso de explicar porque é uma má ideia. Em alternativa, o governo e os sectores da tecnologia e da cibersegurança estão cheios de empregos bem pagos para os hackers com ética. Com designações como analista de segurança e peritos em testes de segurança, estes profissionais ganham a vida a piratear intencionalmente computadores e sistemas de forma a descobrirem vulnerabilidades – antes que os criminosos o façam.

Formação: A maioria dos empregadores exige pelo menos uma licenciatura em Tecnologias de Informação ou numa área relacionada com a cibersegurança, assim como certificações relevantes.

Salário estimado, em média: 42,5 mil – 117 mil euros

 

10. Apanhador subaquático de bolas de golfe

Tendo em conta o preço de uma caixa nova de bolas de golfe e a quantidade de bolas novinhas que vão parar dentro de água, não é difícil perceber como apanhar e revender este “ouro branco” pode ser um emprego bem lucrativo. Como o nome sugere, os apanhadores subaquáticos de bolas de golfe entram em muitos lagos dos campos de golfe para salvarem, limparem e reciclarem bolas de golfe.

Formação: Terão de passar a maior parte do tempo em águas lamacentas, possivelmente rodeados de cobras e jacarés, por isso provavelmente precisarão de ter certificação de mergulho.

Salário estimado, em média: 180 euros/dia – 135 mil euros por ano

 

Ler Mais
Comentários
A carregar...

MULTIPUBLICAÇÕES

Marketeer
Rock in Rio Kids: 3 mil metros quadrados só para famílias
Automonitor
Presidente promulga diploma sobre alteração de matrículas automóveis