Comunicação interna para quê ?

Por Vera Norte, Co-Founder & Managing Partner do Comunicatorium

 

Há uns dias e a propósito da crise pandémica que vivemos alguém me dizia:

-“ Cada vez as empresas falam mais na importância da comunicação … Finalmente aperceberam-se da sua importância nas organizações!”

Será ?

Será que há verdadeiramente consciência da mais-valia para as organizações em terem as suas pessoas alinhadas com o propósito e a estratégia da empresa, satisfeitas com a informação que recebem, envolvidas no que é prioritário e entendendo claramente o seu papel dentro da organização, empenhadas, atentas e partilhando através dos meios colocados à sua disposição a informação necessária, fazendo as perguntas relevantes, dando sugestões?

Que valor terá uma estratégia, um plano de comunicação interna ? Talvez iguale o custo de não  ter nada do que referi.

Mas o que é preciso? Na minha opinião 3 vetores fundamentais:

  • Envolvimento das chefias de topo

É preciso definir à partida qual o propósito da comunicação e como serve a estratégia do negócio. A definição do plano de comunicação obedece aos objectivos definidos contribuindo assim  para os resultados da organização.

  • Alinhamento com as politicas de RH

Que mensagens chave queremos transmitir? Para quem?  Quais os valores e a cultura da organização, que politicas de retenção existem, como queremos que cada  colaborador ”sinta” a organização.

  • Definição dos canais de comunicação

Definição dos canais mais adequados para informar, mobilizar, permitir diálogo ou partilhar informação relevante. Mail, intranet, redes sociais internas, plataformas e  reuniões. Não esquecendo que a comunicação acontece entre pessoas e o papel das chefias e dos pares é fundamental na sua credibilização.

Talvez a pandemia nos tenha trazido algumas oportunidades, sendo a importância de termos uma comunicação interna estruturada nas organizações uma delas!

Ler Mais
pub


Comentários
A carregar...