Jaba Recordati: Comunicar através de eventos internos

Cada vez mais os eventos internos se revestem de uma importância singular.

 

A introdução dos modelos híbridos de trabalho estão a tornar as iniciativas presenciais ainda mais especiais e necessárias do que antes da pandemia. Na Jaba Recordati, os eventos internos são uma forma de engagement e team building entre os colaboradores, mas também um instrumento com impacto no negócio. Ana Porfírio, Human Resources Director da Jaba Recordati, revela a estratégia da marca quanto a esta área.

Qual a estratégia da Jaba Recordati no que diz respeito a eventos internos?

Os eventos internos têm hoje um papel exponenciado pelos diferentes modelos de trabalho que as empresas têm vindo a adoptar, onde o remoto tem assumido um papel preponderante. Nesta medida, transformam-se em momentos únicos de agregação dos colaboradores, engagement e team building. Na Jaba Recordati retomamos o calendário de eventos internos logo que nos foi possível, precisamente por considerarmos o papel de “cola”, reforço de cultura e ADN que têm para a companhia e todos os seus colaboradores.

Que eventos internos a Jaba Recordati desenvolveu e ainda irá desenvolver este ano?

Continuamos a trabalhar em três eixos: Comunicação/informação, desenvolvimento e celebração, ou seja, os eventos que desenvolvemos e ainda iremos levar a cabo este ano têm tido como objectivos manter um canal de comunicação e informação aos nossos profissionais nomeadamente no que toca ao negócio. Num outro vector, temos continuado a promover eventos internos que visam o desenvolvimento das nossas pessoas através da Academia Recordati. Estamos também a preparar um evento com toda a companhia no mês de Dezembro, de celebração e reconhecimento dos nossos.

Quais as razões que tornam estes eventos importantes para a vida da empresa?

Estes eventos passaram a ser “os momentos” mais esperados; para estarem juntos, para ouvir em primeira mão as novidades ou alterações e para se desenvolverem. Passaram a ser os momentos mais determinantes para o reforço do engagement, da cultura e ADN da companhia.

Que objectivos estão inerentes?

Pretendemos continuar a reforçar a comunicação transparente e on time com a disponibilização da informação relevante para as nossas pessoas, assim como criar os eventos adequados ao seu desenvolvimento e capacitação e, finalmente, reconhecer e celebrar juntos.

Qual o impacto no engagement e na produtividade dos colaboradores?

O feedback interno que temos recebido reforça a nossa convicção de que estes eventos são, por excelência, iniciativas que reforçam o comprometimento para com a organização, tendo como consequência mais foco e empenho na concretização dos resultados. Nessa medida, impactam quer no aumento do engagement quer no aumento da produtividade.

Os eventos internos têm impacto, mesmo que indirecto, no negócio da Jaba Recordati?

Têm que causar impacto, de outra forma não justificaria o investimento. Muitas vezes o que acontece é que esse impacto não é directo, passando por processos mais intangíveis, o que poderá dificultar essa avaliação.

Qual o feedback dos colaboradores?

Este é um sector onde, por excelência, existe um foco grande na criação de relação e no contacto interpessoal. Desta forma, a expectativa dos nossos profissionais em relação à sua companhia é também nesse sentido. Assim, todos os eventos e actividades desenvolvidas para as nossas pessoas são esperados e sempre bem recebidos, para além de nunca serem demais. Há sempre mais para mais um evento!

Que tipos de eventos são mais valorizados pelos colaboradores e porquê?

Os de celebração e reconhecimento batem qualquer outro, como seria natural. De qualquer forma, depende de vários factores, nomeadamente o posicionamento em que o profissional está no seu career path, que poderá determinar se o desenvolvimento é o seu foco num determinado momento; ou o calendário, sendo que por excelência, os eventos de início do ano são muito esperados para se conhecer a estratégia, assim como o plano para o novo ciclo.

De que forma as equipas de comunicação interna e marketing trabalham em conjunto para tornar os eventos internos mais interessantes e motivadores para os colaboradores?

Estou sempre a advogar que se queremos ir longe e impactar, esse caminho tem que ser feito em conjunto e de forma sinérgica com o Marketing e a Comunicação. É condição sine qua non para o sucesso destas iniciativas.

É possível medir os resultados deste tipo de iniciativas? Que resultados pode partilhar?

Sim, é possível medir, Dou o exemplo de um evento que levámos a cabo com um grupo de profissionais da companhia onde foi feita uma medição antes da implementação, novamente após a iniciativa e finalmente uma nova avaliação seis meses depois. Foram claros os impactos e alterações verificados. Tenho também que dizer que são processos nem sempre fáceis de avaliar, sujeitos a influência de variáveis externas, assim como ao efeito da desejabilidade social. Isto para dizer que sim, é possível, no entanto não advogo que seja feito para todos os eventos, atendendo ao investimento de recursos e tempo nesta avaliação. Nem sempre se justifica. Está, no entanto, mais do que estudado e demonstrado o impacto positivo dos eventos internos, nomeadamente nos intangíveis como o engagement, o extra mile, aumento da colaboração, aumento de networking, envolvimento proactivo, o extra role, entre outros, pelo que, somando ao impacto da ausência física determinada pelos novos modelos de trabalho assim como a reforçada necessidade o sentido de propósito, só posso reforçar a importância que acredito que os eventos internos têm para todas as organizações.

Este artigo faz parte do Caderno especial “Eventos Internos” publicado na edição de Novembro (n.º 143) da Human Resources.

Caso prefira comprar online, tem disponível a versão em papel e a versão digital.

Ler Mais



loading...

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.