Lisboa vai apoiar projectos inovadores de mobilidade urbana. As candidaturas estão a decorrer

A Câmara Municipal de Lisboa anunciou a intenção de apoiar “até 20 projectos inovadores” para criar soluções digitais que respondam a desafios de mobilidade urbana de comunidades vulneráveis na cidade, dispondo de um total de milhão de euros.

 

As candidaturas para a ‘Open Call VoxPop Lisboa’ decorrem até 25 de Setembro e o objectivo é apoiar projetos «até 60.000 euros» que permitam o desenvolvimento e implementação de «soluções digitais em código aberto» no âmbito dos desafios de mobilidade urbana, estando o município de Lisboa disponível para financiar «até 20 projetos inovadores», informou a câmara municipal.

«Um milhão de euros para melhorar a acessibilidade e a segurança de pessoas ou qualquer grupo vulnerável que tenha a sua experiência de mobilidade restrita – pessoas com deficiência, população idosa, crianças, mulheres grávidas, etc.», lê-se no site da iniciativa.

De acordo com a informação disponível online, a subvenção financiará custos de desenvolvimento, adaptação e teste em ambiente operacional de «soluções digitais desenvolvidas em código aberto, que contribuam para um ecossistema de mobilidade mais acessível e inclusivo em Lisboa».

Relativamente à elegibilidade dos candidatos, a iniciativa é aberta à participação de micro, pequenas e médias empresas, organizações da sociedade civil, organizações não governamentais, instituições de ensino superior e centros de investigação com sede ou representação legal nos Estados-membros da União Europeia ou num dos países associados ao Programa Horizonte Europa (nomeadamente Albânia, Arménia, Bósnia e Herzegovina, Ilhas Faroé, Geórgia, Islândia, Israel, Kosovo, Moldávia, Montenegro, Marrocos, Macedónia do Norte, Noruega, Sérvia, Turquia, Tunísia, Ucrânia e Reino Unido).

Um dos desafios de mobilidade urbana de comunidades vulneráveis na cidade de Lisboa é o planeamento de viagens, nomeadamente «permitir o planeamento fiável e fácil de percursos através de, por exemplo, acesso a informação actualizada e verificada de percursos contínuos desimpedidos ou das condições de acessibilidade a espaços públicos [transportes, serviços, recintos]».

A navegação autónoma, os serviços inclusivos de bilheteira, a promoção de uma mobilidade mais segura, o gozo pleno de espaços públicos e as soluções comunitárias para uma mobilidade mais inclusiva são outros dos desafios, de acordo com a informação sobre a iniciativa ‘Open Call’.

O anúncio dos resultados está previsto para Novembro, seguindo-se a assinatura de acordo de subvenção também nesse mês e o desenvolvimento dos projectos entre Dezembro e Maio de 2023, para que se dê o encerramento da iniciativa em Junho do próximo ano.

Ler Mais


Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

*