“O medo e a confianças nas organizações”, na Human Resources de Novembro. Nas bancas

A edição 119 da Human Resources já está disponível online e nas bancas. O destaque vai para o tema do medo e da confiança nas organizações, que foi debatido em mais um pequeno-almoço debate da Human Resources. Ainda sobre este tema, publicamos um artigo do MIT que mostra como as notícias negativas impactam o moral dos colaboradores. Como habitualmente, não faltam também as entrevistas, exemplos de boas práticas, artigos de análise e muito mais. Confira o alinhamento completo. 

 

Ana Porfírio, directora de Recursos Humanos da Jaba Recordati; Nuno España, responsável de Marketing & Customer Management da Lusíadas Saúde; Nuno Ferreira Morgado, partner e coordenador da área Laboral da PLMJ; Nuno Troni, director da Randstad Professionals e Ricardo Nunes, director de Pessoas e Organização da Novabase, foram os especialistas que participaram no pequeno-almoço debate promovido pela Human Resources para debater como o medo – provocado pela COVID-19, na esfera da saúde e também do emprego – e a (falta de) confiança estão a impactar as organizações. A complementar esta reflexão, e a provar que a exposição constante a notícias negativas está a aumentar o stress e ansiedade dos profissionais, afectando a sua produtividade, publicamos um artigo internacional com algumas estratégias comprovadas (e simples) que os gestores podem implementar para reverter este cenário.

Nas habituais entrevistas, os protagonistas são João Baptista , director-geral da Unicre, e Carla Belo, directora de Recursos Humanos do Grupo Boticário.

Destaque ainda para a 33.ª edição do Barómetro Human Resources, no qual os profissionais comentam, entre outras, as medidas do Orçamento do Estado para 2021 e também as propostas de alteração à lei laboral.

Espaço também para três artigos de especialistas portugueses, sobre o “CHRO como agente de transformação: quatro factores críticos (de Luís Sítima, Grupo Odgers Berndtson Portugal); “O quê, quem, e como colocar em trabalho remoto” (de Gonçalo de Salis Amaral, Índice da Excelência) e sobre liderança: “O mundo mudou, a liderança também tem que mudar” (de Ricardo Caldeira, autor do livro “Liderança Emocional”). E mais um artigo internacional, sobre “Como manter a cultura organizacional quando todos trabalham remotamente”.

A descodificação do futuro da aprendizagem está em destaque pela “voz” de Ricardo Martins, CEO da Cegoc; apresentamos as boas práticas do BNP Paribas r damos a conhecer os projectos de responsabilidade social da Ageas.

Ainda um cadernos especial nesta edição, sobre o bem-estar nas empresas, com os casos práticos de Accenture, Altice, EDP, L’Oréal e Randstad.

Confira o alinhamento completo aqui.

Seja na versão online ou em papel, não deixe de comprar.

Ler Mais
pub


Comentários
A carregar...