São 15h. A partir de agora entradas e saídas na Área Metropolitana de Lisboa voltam a ser proibidas (até às 6h de segunda-feira). Mas há excepções

A proibição de circulação para dentro ou para fora da Área Metropolitana de Lisboa (AML) mantém-se este fim de semana, mas quem tenha um certificado digital ou um teste negativo à COVID-19 pode passar, anunciou o Governo.

 

Na conferência que se seguiu ao Conselho de Ministros, a ministra da Presidência, Mariana Vieira da Silva, afirmou que se mantém para a AML a proibição de entrada e saída, entre as 15h00 desta sexta-feira e as 06h00 de segunda-feira, salvo as excepções previstas na lei.

No entanto, de acordo com a ministra, poderão entrar e sair da Área Metropolitana as pessoas que tenham um certificado digital ou teste negativo à COVID-19.

Segundo a ministra de Estado e da Presidência, «a partir deste momento, passa a ser possível sair e entrar da AML com um teste, seja ele PCR [feitos nas últimas 72 horas] ou de antigénio [feito] nas últimas 48 horas, bem como com o certificado digital que já está disponível no ‘site’ do SNS [Serviço Nacional de Saúde] e que pode ser descarregado, em como a pessoa tem a vacinação completa ou em como é recuperada da doença covid-19 nos últimos meses».

A governante clarificou que os autotestes, aqueles que são vendidos em farmácias para serem realizados pelo próprio utilizador, não servem, porque «o que se exige é a apresentação de um teste que tenha um resultado laboratorial», acrescentando que até aos 12 anos não é necessária a apresentação de qualquer teste.

A ministra destacou que se mantém a fiscalização já realizada na semana passada para quem entra ou sai da AML, assim como se mantêm as exceções também previstas, como motivos de trabalho, de educação, de acesso à saúde ou para cumprimento de regulação do poder parental.

Tal como explicado na semana passada, Mariana Vieira da Silva reforçou que as medidas pretendem «a contenção» da variante ‘Delta’ do coronavírus no resto do país, uma vez que a sua incidência é maior na AML, devido a vários fatores.

«A apresentação de um teste negativo permite esse controlo, por isso abrimos essa possibilidade», indicou.

Ler Mais
pub


Comentários
A carregar...