São estas as seis competências técnicas mais procuradas pelos empregadores

Embora as soft skills sejam cada vez mais valorizadas pelos empregadores, a verdade é que em certas áreas profissionais, quem não tiver competências técnicas, não consegue fazer um bom trabalho. Tendo isso em mente, o Ekonomista partilhou uma lista com as seis competências técnicas mais procuradas pelos empregadores.

1. Conhecimentos sobre Marketing Digital

Para a maioria dos empregadores, deixou de ser relevante afirmar, no seu currículo, que é «experiente em redes sociais». No entanto, se demonstrar a sua experiência de trabalho com plataformas e aplicações concretas (por exemplo, Google Analytics), poderá obter uma vantagem em relação à concorrência directa.

Tendo em consideração que o investimento na área do marketing é já algo que muitas empresas fazem para conseguirem abraçar novas oportunidades de negócio, um conhecimento aprofundado sobre blogs, SEO, landing pages, email e redes sociais é bastante valorizado.

 

2. Análise de dados

Na verdade, não importa se trabalha no sector da acção social ou na área financeira. A capacidade de análise é uma das competências técnicas cruciais ao seu sucesso profissional.

Um bom analista de dados é capaz de observar e avaliar as actividades da empresa de forma crítica e medir o sucesso de um projecto ou o simples impacto de uma iniciativa ou mudança.

De uma forma geral, ter capacidade analítica é saber traduzir números em informações que ajudem na solução de problemas e que tenham significado para a empresa.

 

3. Hardware e software

Cada sector de uma empresa ou cada tipo de profissão lida, em algum momento, com hardware e software especializado para optimizar a gestão e produtividade do trabalho. Estar a par do funcionamento das diferentes ferramentas é uma vantagem quando se candidata a qualquer vaga em qualquer área.

4. Competências de comunicação escrita

Muitas empresas exigem competências de comunicação escrita bem desenvolvidas, de forma a sustentar a capacidade da organização para produzir conteúdos de qualidade. Porém, não basta escrever bem.

Se o objectivo for fazer a descrição de um material para a construção civil, terá de dominar todos os aspectos técnicos do mesmo, a durabilidade, a resistência, a densidade, entre outros. Conseguir articular este saber técnico com uma excelente capacidade de escrita irá torná-lo um recurso importante na empresa, portanto, evidencie esta sua capacidade no currículo.

Além disso, saber comunicar de forma adequada tem vindo a ser cada vez mais importante, seja através das redes sociais, por email, ou mesmo no contacto directo com clientes.

 

5. Gestão de projectos online e offline

A gestão de projectos é uma das competências técnicas mais complexas, pois divide-se em múltiplas outras competências.

Por exemplo, para gerir projectos é necessário ser um bom líder, saber delegar tarefas e ser um bom comunicador. Mas também é essencial dominar ferramentas de avaliação de impacto, de planeamento e de organização, ser capaz de fazer benchmarking ou mesmo medir em euros o retorno financeiro de uma dada iniciativa em que a empresa investiu.

No fundo, é fundamental saber trabalhar em equipa e saber fazê-lo offline e online. Para o efeito, existem ferramentas como o ClickUp, Trello, Asana ou o Basecamp que o irão ajudar a gerir projectos de uma forma totalmente online.

 

6. Competências na área da tecnologia e informática

Actualmente, ter competências na área da tecnologia e informática é sempre uma mais-valia. Afinal, são inúmeras as funções que exigem conhecimentos distintos nesta área, desde o conhecimento de softwares de trabalho até às ferramentas essenciais para criar uma apresentação ou um vídeo, por exemplo.

Mesmo que o trabalho a que se está a candidatar não seja para funções relacionadas diretamente com a área da informática, é extremamente importante ser capaz de compreender como funcionam algumas ferramentas para que o seu trabalho possa ser mais eficaz e produtivo.

Por isso, explicite no seu CV todas as competências que adquiriu que estejam relacionadas com este campo. Lembre-se que vivemos numa era cada vez mais digital e o facto de não ter quaisquer conhecimentos informáticos poderá ser uma factor eliminatório.

Ler Mais


Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

*