Sector de panificação e pastelaria industrial registou queda de facturação de 4,1% o ano passado

Em 2020, o sector da panificação e pastelaria industrial registou uma queda de 4,1% na facturação para cerca de 700 milhões de euros, segundo o estudo sectorial da Informa D&B.

 

Os dados mostram também que além da quebra de vendas no mercado interno, os impactos da pandemia na hotelaria e restauração afectaram também as exportações, que deverão situar-se nos 252 milhões de euros, um recuo de 2,3% face ao ano de 2019. Espanha é o principal mercado de destino deste sector, com uma quota superior a 35% das vendas para o exterior.

O segmento das massas congeladas, que nos últimos anos tinha registado um crescimento superior à média do sector, apresentou em 2020 uma queda de 8,3% nas vendas, representando 215 milhões de euros.

O sector é constituído por mais de seis mil empresas que geram um volume de emprego de cerca de 43 500 trabalhadores. A maior parte delas corresponde ao segmento de panificação, onde em 2019 operavam 3905 empresas, incluindo estabelecimentos de produção artesanal. No mesmo ano havia 2271 fabricantes de bolachas, pastelaria e padaria industrial.

De acordo com a Informa D&B, as regiões Norte e Centro concentravam em 2019 o maior número de empresas de panificação, com 1412 e 1267, respectivamente, representando em conjunto 70% do total. Por seu lado, as empresas de pastelaria localizam-se principalmente nas zonas Norte, Centro e Lisboa, cada uma delas com mais de 500 empresas.

O sector apresenta um alto grau de fragmentação, com predomínio de empresas de dimensão reduzida. Cerca de 80% dos operadores têm menos de 10 empregados e apenas cinco empresas empregam mais de 250 trabalhadores.

Ler Mais
pub


Comentários
A carregar...