Estes 33 cursos têm emprego garantido

Há 33 licenciaturas e mestrados integrados sem recém-diplomados inscritos no Instituto de Emprego e Formação Profissional. E mais 64 em que a taxa de desempregados é inferior a 1%. Comparativamente com o ano anterior, o número de cursos com pleno emprego baixou para menos de metade (eram 68) e com mais de 10% de desempregados subiu de 56 para 164, avança o Jornal de Notícias, de acordo com dados do ministério da Ciência, Tecnologia e do Ensino Superior.

 

De acordo com a publicação, no comunicado emitido é sublinhado que a percentagem de desempregados baixou de 8% no segundo semestre de 2015 para 4,6% entre os diplomados do ensino público e para 5,7% entre os do privado.

Entre os 33 cursos sem desempregados entre os que se formaram no ano lectivo 2019/2020, dez eram licenciaturas de Enfermagem e seis eram engenharias.

Já Gestão e Arquitectura apresentam-se, cada um deles, com dois cursos sem desemprego. De resto, não há padrão nos demais cursos: estão representados ofertas tão distintas como Ciências Aeronáuticas, Dança, Farmácia, Matemática, Química ou Terapia da Fala.

Com menos de 1% de desempregados surgem mais 64 licenciaturas e mestrados integrados – novamente Enfermagem (16), mas também Medicina (os seis cursos), Engenharia Informática (Universidade de Lisboa), Música (Universidade de Aveiro), Biologia Celular e Molecular (Universidade Nova de Lisboa), Educação Básica (Politécnico de Setúbal), Direito (Universidade Católica) ou Línguas Aplicadas (Universidade Aberta).

Por outro lado, Turismo (20 cursos), Ciências da Comunicação (12 cursos) ou Arquitetura (5 cursos) são dos cursos com mais desempregados.

A publicação revela que na base de dados divulgada em 2019 havia 63 cursos com pleno emprego. Mais do dobro do registado em 2018 e 2017 quando eram, respetivamente, 31 e 25. Já o número de cursos com recém-diplomados desempregados baixou significativamente e consecutivamente entre 2015 e 2019 – de 531 para 56, voltando este ano a subir para 164.

Ler Mais
pub


Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

*