Falta de profissionais de IT: Há uma solução que provavelmente tem de passar a ser mais considerada

Com o aumento da procura, encontrar profissionais de IT mantém-se uma grande dificuldade para muitas empresas, e é muito provável que assim continue a ser num futuro próximo. Patrícia Pereira, directora de Recursos Humanos da Konica Minolta Business Solutions Portugal, reflecte sobre uma solução que pode trazer vantagens às organizações.

Por Patrícia Pereira, directora de Recursos Humanos da Konica Minolta Business Solutions Portugal

 

Todos os anos ouvimos falar da escassez de profissionais que se mantém na área de IT. Uma escassez transnacional que atinge sobretudo perfis core da área ― business analysts, Data analysts, software developers (backend, frontend, Fullstack) ―, mas também outros profissionais associados aos departamentos de IT como administradores de sistemas, Mobile developers, Cibersecurity, técnicos de suporte/helpdesk, etc.

A escassez destes profissionais já se fazia sentir antes de 2020, mas os efeitos colaterais do coronavírus provocaram um recrudescimento. A crise pandémica forçou muitas empresas a digitalizarem-se com rapidez, com vista a implementarem o teletrabalho, levando-as à procura de profissionais especializados a curto prazo para uma transição rápida e manutenção da produtividade.

Todos nós, nas nossas organizações, temos vindo a sentir um aumento significativo no Turnover, sendo que a área do IT acaba por ser umas das mais afectadas. A saída de um colaborador traz custos muito significativos às empresas, basta pensar no processo de recrutamento para a substituição do colaborador, o onbording bem como a formação inicial até o colaborador estar apto. Muitas vezes este processo ainda não está concluído e acontece a saída do newcomer ou de um outro elemento na mesma equipa.

Com o aumento da procura, encontrar profissionais de IT mantém-se uma grande dificuldade para muitas empresas, e é muito provável que assim continue a ser num futuro próximo. A externalização de serviços de IT pode, portanto, ser uma solução, temporária ou não, para a escassez destes profissionais. Na verdade, optar por externalizar os serviços de IT de uma empresa pode mesmo trazer vantagens que, de outra forma, não seriam obtidas.

Um parceiro de IT experiente pode, desde logo, trazer-lhe uma poupança de tempo considerável, além do acesso a uma vasta gama de recursos, possibilidades e especialização ― tudo isto, de uma só vez, é já uma vantagem de peso. Externalizar também será um benefício no momento de avaliar a optimização dos seus processos empresariais, o que ajudará qualquer empresa a crescer.

Muitas empresas não dispõem de meios para actualizar directamente a sua infraestrutura informática e software para satisfazer as necessidades da sua organização. Isto significa que, sobretudo as PME, podem beneficiar enormemente no que toca aos custos da externalização destes serviços, podendo obter recursos e soluções informáticas que seriam muito mais difíceis de obter por si próprias.

Investir em tecnologias inovadoras de IT para optimizar a gestão e operações de uma empresa não é apenas dispendioso, mas é também demorado. Na maioria dos casos, a externalização de IT é custeada por uma taxa mensal, permitindo fixação de custos e boa previsão financeira. Quando externalizam a sua IT para uma empresa profissional, as PME podem ainda utilizar tecnologias de IT escaláveis.

Além do mais, muitas empresas carecem de visão e controlo sobre a inovação informática. Um parceiro profissional de IT estará sempre actualizado com os últimos desenvolvimentos no sector. Ao externalizar a sua IT para um parceiro de confiança terá sempre acesso ao software mais recente e utilizará as soluções de segurança mais actualizadas.

Uma última grande vantagem do outsourcing de IT é a continuidade: poder recorrer a serviços profissionais em qualquer altura. Os problemas são imediatamente investigados e resolvidos, permitindo às equipas continuar a trabalhar com o mínimo de tempo de inatividade.

A externalização de serviços informáticos é também, muitas vezes, muito mais vantajosa do que manter um departamento informático interno. Isto deve-se aos elevados custos de investigação, implementação e desenvolvimento envolvidos na criação de uma equipa de IT. Ou seja: no fundo, recorrer a uma empresa profissional de IT pode mesmo ser muito mais barato para todos os serviços especializados de que se pode usufruir.

Ler Mais



loading...

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.